OPORTUNIDADES

Emprego: associações criam aplicativo com mais de 4 mil vagas no varejo

Mesmo diante de um cenário adverso, com a pandemia do novo coronavírus, algumas empresas seguem contratando

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 10/05/2020 às 11:22
Notícia
Divulgação
Entidades varejistas criaram um aplicativo chamado Vagas no Varejo para divulgar mais de 4 mil vagas de emprego - FOTO: Divulgação
Leitura:

O isolamento social adotado por governos estaduais e municipais para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19) tem causado efeitos econômicos severos em empresas de todos os portes. Com isso, muitos desses empreendimentos vêm passando por problemas em seu caixa e alguns até mesmo tiveram de recorrer a demissões para aliviar suas dificuldades. Porém, na contramão disso, mesmo diante de um cenário adverso, algumas empresas seguem contratando.

Exemplo disso é uma plataforma criada a partir de uma parceria entre as Associações Brasileiras de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), de Prevenção de Perdas (Abrappe) e de Supermercados (Abras). As entidades varejistas criaram um aplicativo chamado “Vagas no Varejo” para divulgar mais de 4 mil vagas de emprego, várias dela para Pernambuco, e recrutar profissionais desempregados para o setor.

Todo o processo seletivo para as oportunidades é via internet. Para os candidatos, basta criar uma conta no app e se candidatar às vagas pretendidas, dentre as disponíveis na sua cidade. É possível também inserir seu currículo, destacar sua área de atuação, experiências anteriores e informar a disponibilidade de horários. O “Vagas no Varejo” está disponível para Android. A versão para iOS ainda está em desenvolvimento.
Para o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, a plataforma é um importante projeto que resulta da soma de forças do empresariado brasileiro na geração de oportunidades para a população. “Juntos, queremos ajudar o país a passar por essa pandemia com menos danos econômicos possíveis”, afirma ele, ressaltando que a ideia do “Vagas no Varejo” é estabelecer uma conexão sem as dificuldades impostas por canais tradicionais de empregos.

As empresas que precisam recrutar profissionais têm uma área exclusiva na plataforma para cadastrar as vagas disponíveis. Para isso, basta acessar o site vagasnovarejo.com.br e informar que perfis de trabalhadores procura. As entrevistas e avaliações são feitas virtualmente.

Startup de educação contrata

A contratação online não se restringe ao varejo. Considerada um unicórnio brasileiro, a startup Arco Educação abriu inscrições para seu programa de trainee. Os interessados devem ter concluído alguma graduação entre 2017 e 2020, e se inscrever, até o dia 30 de maio, no site traineearco.eureca.me e candidatos de todo Brasil serão aceitos no processo. O processo seletivo é quase 100% virtual, tendo apenas a última fase, no segundo semestre, presencialmente em um Bootcamp, programa de imersão 360 graus sobre o mercado da educação e a empresa, com todas as despesas pagas pela startup.

Já a Cervejaria Ambev também abriu processo de seleção. Ao todo, são 254 vagas de emprego efetivo, estágio e jovem aprendiz em vários estados do Brasil, incluindo Pernambuco. Na empresa, há oportunidades nos setores de gestão, finanças, administrativo e segurança. Os interessados devem se inscrever pelo ambev.gupy.io até 15 de maio.

A PicPay, fintech de aplicativo de pagamentos, abriu mais de 200 vagas de emprego e, assim como outras empresas, toda a seleção será realizada de forma online. Para o VP de Pessoas e Cultura do PicPay, Dárcio Stehling, o recrutamento presencial não tem feito falta no processo. “Achamos que seria uma dor gigante, um dilema, mas tem ocorrido muito bem. Tem sido um aprendizado grande”, conta ele, afirmando que os contratados deverão trabalhar sob regime home office. As inscrições podem ser realizadas por meio do site picpay.gupy.io. A fintech busca principalmente profissionais na área de tecnologia, com oportunidades em diversas especialidades técnicas e cargos, como desenvolvedores android ou team leaders de inteligência artificial. O prazo para que as inscrições se encerrem não foi divulgado pela empresa.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias