Dinheiro

Caixa realiza 5 pagamentos diferentes do auxílio emergencial nesta sexta (31); veja quem recebe

Confira o calendário de pagamento de todos os grupos

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 31/07/2020 às 6:56
Notícia

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Auxílio Emergencial - FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

Caixa Econômica Federal (CEF) paga, nesta sexta-feira (31), a 1ª, a 2ª, a 3ª e a 4ª parcela do auxílio emergencial para beneficiários do quinto, quarto, terceiro, segundo, primeiro lote e inscritos no CadÚnico, nascidos em abril. A 4ª parcela do auxílio emergencial aos inscritos que já são beneficiários do Bolsa Família, cujo número do NIS termina em 0, também será paga nesta quarta (veja calendário abaixo), desta forma, todos os beneficiários do Bolsa Família já terão recebido o dinheiro.

>>Senado aprova MP que concede auxílio emergencial a artistas

>>Projeto cobre custeio do auxílio emergencial até dezembro com lucro do Banco Central

>>Após análise de contestações, mais de 800 mil pedidos do auxílio emergencial são liberados pela Dataprev

» Câmara aprova projeto que impede bloqueio do auxílio emergencial

» Saiba o que quer dizer a notificação "arquivo financeiro fechado para pagamento Bolsa Família"

Beneficiários do Bolsa Família

Já receberam 1ª, 2ª e 3ª parcela do auxílio. Parcelas que faltam: 4ª e 5ª. A 4ª parcela será paga entre 20 e 31 de julho; e a 5ª, entre os dias 18 e 31 de agosto.

Os pagamentos para inscritos no auxílio emergencial que já recebem o Bolsa Família seguem o calendário do próprio benefício. Para este grupo os últimos dois meses do benefício não será dividido. Portanto, mesmo que o valor seja o mesmo, apenas 5 parcelas serão pagas ao todo.

A data de pagamento aos beneficiários do Bolsa Família será realizada de acordo com o Número de Identificação Social (NIS). No dia 20 de julho, recebem os beneficiários que tiverem o NIS finalizado em 1. A última data de pagamento da quarta parcela para quem é cadastrado no programa social é no dia 31 de julho, para os que possuem NIS terminado em zero. 

Quarta parcela:

NIS final 1 - 20 de julho

NIS final 2 - 21 de julho

NIS final 3 - 22 de julho

NIS final 4 - 23 de julho

NIS final 5 - 24 de julho

NIS final 6 - 27 de julho

NIS final 7 - 28 de julho

NIS final 8 - 29 de julho

NIS final 9 - 30 de julho

NIS final 0 - 31 de julho


Quinta parcela:

NIS final 1 -  18 de agosto

NIS final 2 - 19 de agosto

NIS final 3 - 20 de agosto

NIS final 4 - 21 de agosto

NIS final 5 - 24 de agosto

NIS final 6 - 25 de agosto

NIS final 7 - 26 de agosto

NIS final 8 - 27 de agosto

NIS final 9 - 28 de agosto

NIS final 0 - 31 de agosto

Demais grupos

A quarta parcela começou a ser paga na quarta-feira (22) para os beneficiários do primeiro lote (receberam primeira parcela até abril) e para os inscritos no Cadastro Único.

Os demais aprovados também recebem a partir de 22 de julho. Os que foram aprovados no segundo lote recebem a terceira parcela; os aprovados no terceiro e quarto lotes recebem a segunda; e os novos aprovados vão receber o primeiro pagamento. Veja abaixo o calendário dos próximos pagamentos de cada lote. 

Inscritos no CadÚnico que não recebem Bolsa Família

Para este grupo, 1ª, 2ª e 3ª parcelas já foram pagas. Faltam portanto a 4ª e a 5ª. A quarta parcela começa a ser paga na quarta-feira (22), e a quinta em 28 de agosto. 

Calendário de pagamentos da 4ª parcela:

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07
Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08
Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08
Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08
Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08
Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08
Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08
Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9
Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09
Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09
Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09
Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 1

Os trabalhadores aprovados em abril fazem parte do primeiro lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª, 2ª e 3ª parcela da quantia já foram depositadas na conta digital da Caixa. 
Portanto, as parcelas que ainda não foram depositadas são: 4ª e 5ª. O depósito em conta da 4ª parcela inicia na quarta-feira (22). A 5ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto. 

Calendário de pagamentos da 4ª parcela: 

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07
Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08
Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08
Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08
Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08
Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08
Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08
Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9
Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09
Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09
Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09
Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 2

Os trabalhadores aprovados em maio fazem parte do segundo lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª e a 2ª parcela da quantia já foram depositadas na conta digital da Caixa.
Portanto, as parcelas que ainda não foram depositadas são: 3ª, 4ª e 5ª. O depósito em conta da 3ª parcela inicia na quarta-feira (22). A 4ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto e a 5ª em 9 de outubro.

Calendário de pagamentos da 3ª parcela: 

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07
Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08
Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08
Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08
Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08
Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08
Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08
Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9
Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09
Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09
Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09
Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 3

Os trabalhadores aprovados no início de junho fazem parte do terceiro lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª parcela da quantia já foi depositada na conta digital da Caixa.
Portanto, as parcelas que ainda não foram depositadas são: 2ª, 3ª, 4ª e 5ª. O depósito em conta da 2ª parcela inicia na quarta-feira (22). A 3ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto, a 4ª em 9 de outubro e a 5ª em 16 de novembro.

Calendário de pagamentos da 2ª parcela:

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07
Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08
Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08
Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08
Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08
Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08
Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08
Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9
Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09
Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09
Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09
Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 4

Os trabalhadores aprovados no fim de junho fazem parte do quarto lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª parcela da quantia já foi depositada na conta digital da Caixa.
Portanto, as parcelas que ainda não foram depositadas são: 2ª, 3ª, 4ª e 5ª. O depósito em conta da 2ª parcela inicia na quarta-feira (22). A 3ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto, a 4ª em 9 de outubro e a 5ª em 16 de novembro.

Calendário de pagamentos da 2ª parcela:

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07
Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08
Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08
Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08
Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08
Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08
Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08
Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9
Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09
Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09
Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09
Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 5

Os trabalhadores aprovados do fim de junho para o começo de julho fazem parte do quinto lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª parcela da quantia será depositada a partir da quarta-feira (22).
Portanto, as parcelas que ainda não foram depositadas são: 1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 5ª. A 2ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto, a 3ª em 9 de outubro e a 4ª e 5ª em 16 de novembro. 

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07
Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08
Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08
Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08
Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08
Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08
Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08
Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9
Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09
Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09
Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09
Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

 

Nova análise

O prazo de cadastramento para receber o auxílio emergencial terminou no dia 2 de julho. Quem se cadastrou no prazo, e foi aprovado na análise feita pela Dataprev, receberá as cinco parcelas. No entanto, segundo o Ministério da Cidadania, uma nova análise será feita para saber se o auxílio será mantido. Não é necessário um novo cadastro. Veja quem pode ter o auxílio cortado:

- Trabalhador com carteira assinada;
- Quem recebeu o seguro-desemprego após ter o auxílio aprovado;
- Aposentado, pensionista do INSS, que começou a receber o auxílio-doença ou outros benefícios, com exceção do Bolsa Família;
- Quem fez uma contribuição ao INSS maior que R$ 3.145;
- Quem tem a renda familiar maior que três salários mínimos (R$ 3.145) ou se a renda mensal por pessoa seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,5);
- Quem tem o CPF irregular.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias