TECNOLOGIA

Saiba como comprar um videogame e equipamentos através de consórcio do Banco do Brasil

Como em outros consórcios, em um período determinado — 36 ou 48 meses, por exemplo — os participantes pagam uma parcela mensal e recebem o produto. A ordem é definida através de sorteio

Da redação do jornal O POVO
Cadastrado por
Da redação do jornal O POVO
Publicado em 27/08/2020 às 9:43 | Atualizado em 27/08/2020 às 9:49
REPRODUÇÃO/BB.COM.BR
Entre os tipos de consórcios para games, o banco oferece itens que variam entre R$ 1.750 e R$ 11 mil - FOTO: REPRODUÇÃO/BB.COM.BR
Leitura:

Comprar um videogame no Brasil pode ser um ato hercúleo em algumas ocasiões. Com a alta do dólar, decorrente da pandemia do novo coronavírus, os produtos ficaram ainda mais caros. Para se ter uma ideia, um Playstation 4 pode custar o equivalente a quase quatro salários mínimos nas principais lojas varejistas do País.

» Estudo desenvolve robôs do tamanho de um fio de cabelo sob quatro patas

» Tiktok anuncia que levará sanções impostas por Trump à justiça

» Facebook News se expande e pode chegar ao Brasil

» WhatsApp prepara ferramenta para liberar espaço no celular

Diante dessa situação, o Banco do Brasil resolveu criar o Consórcio Gamer. A dinâmica é a mesma de outros tipos de consórcio mais conhecidos, como de automóveis ou casas. Em um período determinado — 36 ou 48 meses, por exemplo — os participantes pagam uma parcela mensal e recebem o produto. A ordem é definida através de sorteio.

Entre os tipos de consórcios para games, o banco oferece itens que variam entre R$ 1.750 e R$ 11 mil. O consórcio “console gamer”, por exemplo, garante um crédito de R$ 4 mil para o consumidor, que deve pagar 48 parcelas de R$ 120,80. O cliente não recebe o produto em si, mas sim um crédito para efetuar a compra.

Em nota ao portal Tecnoblog, o Banco do Brasil disse que a criação desses consórcios se baseou no “crescente mercado” de esportes eletrônicos, “objetivando atingir maior visibilidade desse nicho”. Qualquer pessoa pode contratar o serviço, tanto correntistas como não correntistas. Ele pode ser solicitado site, app BB, terminais de autoatendimento, agências e parceiros comerciais.

“Na hora de escolher o seu videogame, montar aquele PC irado ou comprar equipamentos para jogar, conte com o BB Consórcio de Eletroeletrônicos. Um jeito leve de comprar tudo o que você deseja sem juros e IOF”, recomenda a empresa em seu site oficial.

Iniciativa similar foi anunciada recentemente pelo Itaú. Em parceria com a Apple, o banco lançou o programa “Iphone para Sempre”. Por meio do pagamento de 21 parcelas, o consumidor pode ter o aparelho durante esse período. No fim do contrato, o cliente pode optar por pagar um valor final, cerca de 30% do preço do aparelho, e tê-lo para sempre, ou iniciar um novo parcelamento, devolvendo o smartphone antigo para empresa e recebendo um novo. Nesse modelo, o consumidor recebe o aparelho desde o início do contrato.

Serviço

Consórcio Gamer do Banco do Brasil

Por meio de agências, do site ou do aplicativo do Banco do Brasil, disponível para IOS e Android.

Comentários

Últimas notícias