Polo de Confecções

Rodada de Negócios da Moda Pernambucana, em Caruaru, terá plataforma digital para clientes

Por conta da pandemia do novo coronavírus, 30ª edição do evento será em parte presencial e em parte digital. Rodada começa nesta quarta (14) e segue até sexta-feira (16)

Adriana Guarda
Cadastrado por
Adriana Guarda
Publicado em 13/10/2020 às 20:18 | Atualizado em 13/10/2020 às 20:23
Filipe Jordão / JC Imagem
Rodada de Negócios da Moda Pernambucana marca retomada do Polo de Confecções do Estado - FOTO: Filipe Jordão / JC Imagem
Leitura:

A 30ª edição da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana, em Caruaru, será diferente neste segundo semestre. Realizado há 15 anos pela Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) e co-realizado pelo Sebrae, o evento costumava receber presencialmente uma média de 800 compradores, além de abrigar 150 expositores. Com a pandemia do novo coronavírus, os organizadores precisaram rever o formato e apostar numa mistura de um modelo físico e digital. A novidade será a implantação da plataforma B2B, que vai permitir negociações remota. 

O coordenador da Acic, Wamberto Barbosa, explica que o evento terá 40 expositores ao invés dos tradicionais 150, mas que os empreendedores vão entrar em contato com os compradores. "Clientes do grupo de risco ou mesmo os que não se dispuseram a viajar poderão ter acesso, de forma remota, aos produtos oferecidos pelas marcas expositoras. A Rodada conta com peças de 12 segmentos: surfwear, streetwear, praia, fitness, moda íntima, bebê, infantil, jeans, modas feminina e masculina, além de bolsas, calçados e acessórios. Pelo endereço www.rodadadamoda.com.br é possível visualizar as peças, observar as condições de pagamento e comprar. O pedido mínimo é de R$ 1 mil. 

RETOMADA

"O evento vai marcar a retomada dos negócios no Polo de Confecções. A 29ª edição aconteceu em 29 de março, pouco antes do fechamento da economia no Estado. Fomos o último evento do Polo de Confecções e seremos o primeiro nesse momento de retomada. Adotamos uma série de medidas para obedecer os protocolos sanitários, além de repensar o formato da Rodada", destaca Barbosa. Ele explica que além da plataforma B2B, a 30ª RNMP também terá quatro salas virtuais de negócios, com 15 agendamentos por dia. Na parte presencial, 300 compradores vão circular fisicamente pelo evento em dias intercalados. 

“Temos atuado em diversas frentes, junto aos poderes públicos e à iniciativa privada, para que juntos possamos sair dessa situação tão difícil, mais fortalecidos e com empresas mais competitivas também. É uma fase de adaptação para as empresas do Polo de Confecções que têm trabalhado com toda dedicação para que seus negócios superem essa crise. A tecnologia exerce um papel fundamental nesse processo e por isso estamos fazendo ela mais expressiva na Rodada”, diz o presidente da Acic, Luverson Ferreira. 

Nesta época do ano, atacadistas e varejistas de todo o País procuram o Polo de Confecções de Pernambuco para abastecer seus negócios e se preparar para as vendas natalinas. Depois de passar meses produzindo máscaras e outros equipamentos de proteção individual, as empresas do Polo voltam o foco para seu negócio principal. 

Comentários

Últimas notícias