OPERADORAS

Usuários da Tim e da Vivo relatam falha nos serviços em várias cidades do Brasil

Instabilidade começou a ser sentida no período da tarde

JC
JC
Publicado em 17/12/2020 às 17:08
Notícia

Reprodução/Pixabay
Nas redes sociais, Vivo admitiu estar enfrentando instabilidade em algumas regiões - FOTO: Reprodução/Pixabay
Leitura:

Atualizada às 20h50

Diversos clientes da Vivo e da Tim em todo o Brasil reclamaram de instabilidade ou ausência de sinal dos serviços prestados pelas operadoras nesta quinta-feira (17). Eles relataram que ficaram sem sinal de internet no celular e sem acesso à banda larga fixa.

De acordo com o DownDetector, site que oferece informações em tempo real sobre a situação e interrupções de serviços, as cidades em que o sinal da Tim ficou mais instável foram Maceió, São Paulo e Salvador.

Usuários relataram que, ao tentar usar os serviços da operadora, se depararam com o erro “rede indisponível” no celular, impossibilitando a realização de chamadas e o acesso a dados móveis 2G, 3G ou 4G. O problema também foi sentido por usuários da banda larga da operadora, que afirmaram estar sem sinal na tarde desta quinta-feira (17). 

O mesmo problema foi enfrentado por clientes da Vivo. 

Confira as reclamações dos usuários:

Respostas das operadoras

A Vivo afirmou que o motivo para a instabilidade foi o rompimento em seus cabos ópticos e que o problema foi solucionado ainda à tarde.

"A Vivo informa que já estão normalizados, desde às 15h45, os serviços de voz de dados das redes móvel e fixa no Espírito Santo e também do serviço móvel em algumas cidades da Bahia, impactados pelo rompimento em cabos ópticos que atendem as regiões. Assim que detectado o problema, equipes técnicas foram acionadas para garantir a normalização no menor tempo possível", disse a empresa por meio de nota.

Já a Tim, respondeu, com a mesma mensagem, aos clientes no Twitter informando que estava enfrentando uma "dificuldade técnica". Para alguns, a operadora estabeleceu um prazo de normalização até  19h30 e outros até 20h.

 

Comentários

Últimas notícias