DESENVOLVIMENTO

Recife fica na 71ª posição em ranking sobre qualidade dos serviços entregues à população nas 100 maiores cidades do País

Consultoria aponta que desafio da capital pernambucana é "acelerar o ritmo dos avanços

JC
JC
Publicado em 16/02/2021 às 18:03
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
DÉCADA Capital teve os piores desempenhos em Saneamento e Sustentabilidade, área em que perdeu 15 posições - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A capital pernambucana não tem conseguido avançar na qualidade da entrega de serviços essenciais à população, de acordo com o ranking do estudo Desafios da Gestão Municipal (DGM) 2021, da consultoria Macroplan. Avaliando o desempenho das 100 maiores cidades do País, a consultoria coloca o Recife na 71ª posição. No comparativo da década, há uma queda de dez posições, enquanto em relação ao ano passado, a cidade piorou caiu duas posições no ranking - alcançando um IDGM de 0,597.

O estudo da Macroplan aponta que as cidades, em conjunto, fizeram avanços importantes na década de 2009 a 2019, mas na avaliação do último ano, a deterioração e a estagnação verificada em uma ou várias áreas nos municípios chamam atenção especial por ter ocorrido antes da grave crise da pandemia provocada pelo Coronavírus. As áreas de saúde e saneamento foram as que que tiveram o pior desempenho no grupo dos 100: 55 municípios tiveram queda em saúde e 29 pioraram em saneamento em relação ao ano anterior (2018).

No Recife, essas pioras também foram sentidas. A capital teve os piores desempenhos em Saneamento e Sustentabilidade, área na qual recuou 15 posições na década, passando para a 69ª posição, e em Educação, onde perdeu 13 posições nos últimos dez anos, caindo para a 75ª colocação do ranking.

No estudo, Recife teve sua melhor posição em Saúde, ocupando a 62ª posição no ranking da área. Em Segurança avançou 19 posições nos últimos dez anos e se posiciona na 67ª colocação do ranking.

Ainda de acordo com a consultoria, o grande desafio da capital pernambucana é "acelerar o ritmo dos avanços", já que outras cidades estão conseguindo se desenvolver de maneira mais célere e vêm conquistando posições no ranking. Quando analisado no recorte por região, o Recife é a 10ª colocada entre as 20 maiores cidades do Nordeste, mas fica atrás de outras duas cidades pernambucanas: Petrolina e Caruaru. 

O estudo constatou que houve evolução na qualidade de vida em Petrolina. O município passou da nota 0,620 em 2020 para 0,645 em 2021, ficando em primeiro lugar entre as cidades do Nordeste. Caruaru, no Agreste do Estado, ficou em 7º lugar (junto com Salvador).

Para chegar ao Índice de Desafios da Gestão Pública (IDGM), a empresa realiza avaliação a partir de quatro segmentos estratégicos: educação, segurança, saúde e saneamento/sustentabilidade.

Confira o ranking das 10 primeiras cidades do Nordeste:

1º - Petrolina
2º - Vitória da Conquista
3º - Campina Grande
4º - Fortaleza
5º - João Pessoa
6º - Teresina
7º - Caruaru
7º - Salvador
9º - Mossoró
10º - Recife

Veja aqui a lista completa.

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Marco Zero do Recife, terça 16/02/2021. - FOTO:BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias