ECO

Todos os navios em espera já cruzaram o Canal de Suez, no Egito,

A normalização do tráfego foi anunciada pela Autoridade do Canal de Suez neste sábado (03). O navio Ever Given encalhou e as embarcações ficaram sem conseguir passar por seis dias

AFP
AFP
Publicado em 03/04/2021 às 15:45
SUEZ CANAL AUTHORITY/AFP
Ever Given deixa o canal de suez após encalhar - FOTO: SUEZ CANAL AUTHORITY/AFP
Leitura:

Todos os "navios em espera" desde que o "Ever Given", um enorme navio cargueiro, encalhou no Canal de Suez, no Egito, já deixaram esta via navegável estratégica, anunciou neste sábado (3) a Autoridade do Canal de Suez (SCA). "O presidente da SCA, o almirante Osama Rabie, anunciou neste sábado que todos os navios em espera (...) cruzaram" o istmo de Suez, segundo um comunicado da autoridade portuária da instituição.

>> Entenda como o encalhe do meganavio do Canal de Suez pode trazer prejuízo aos portos pernambucanos

O "Ever Given", com mais de 400 metros de comprimento, foi desencalhado em 29 de março após uma longa e complexa operação.O navio de bandeira panamenha, operado pelo armador taiwanês Evergreen Marine Corporation, foi então rebocado para o Grande Lago Amargo, no meio do Canal de Suez. Naquela mesma noite, o tráfego foi retomado entre o Mar Vermelho e o Mediterrâneo.

O incidente, incomum no comércio marítimo, paralisou o tráfego por uma semana. Um total de 422 navios, carregados com 26 milhões de toneladas de mercadorias, permaneceram bloqueados, segundo a SCA.

Os 61 últimos que aguardavam a vez para cruzar o canal o fizeram nas últimas horas, além de "outros 24 novos navios", segundo o comunicado.

Cerca de 19 mil navios cruzaram o canal em 2020, segundo a SCA, ou seja, uma média de 51 navios por dia.


Últimas notícias