AUXÍLIO

Auxílio emergencial do Carnaval de Pernambuco começará a ser pago nesta sexta-feira

Ao todo, 493 artistas e grupos culturais da tradição carnavalesca de Pernambuco serão beneficiados com pagamentos que vão de R$ 3 mil a R$ 15 mil

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 27/04/2021 às 17:36
Notícia
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
"Sabemos de todas as dificuldades enfrentadas pelo setor cultural, e esse auxílio será fundamental para cantores, cantoras, músicos, blocos, troças, grupos de maracatu, frevo, caboclinhos entre outras manifestações", disse o governador Paulo Câmara, ao anunciar data de pagamento do benefício - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O Auxílio Emergencial Ciclo Carnavalesco de Pernambuco começará a ser pago nesta sexta-feira (30), segundo anuncio feito pelo governador Paulo Câmara. A lista completa com os 493 artistas e grupos culturais que serão contemplados pelo benefício, já se encontra disponível. Ao todo, 308 grupos ligados à cultura popular, nove à dança e 176 à música, receberão os auxílios que vão de R$ 3 mil a R$ 15 mil, dentro de um orçamento de R$ 3 milhões disponibilizado pelo Governo do Estado. Esse processo está sendo coordenado pelas secretarias estaduais de Cultura e de Turismo e Lazer

“Sabemos de todas as dificuldades enfrentadas pelo setor cultural, e esse auxílio será fundamental para cantores, cantoras, músicos, blocos, troças, grupos de maracatu, frevo, caboclinhos entre outras manifestações. A consulta à lista dos contemplados pode ser feita pelo site www.cultura.pe.gov.br”, afirmou Paulo Câmara, em pronunciamento feito nesta terça-feira (27).

Para ter direito ao auxílio emergencial, foi aberto um edital de inscrições do dia 10 de março até o dia 25 de março. Os interessados deveriam ter  domicílio comprovado no Estado e ter participado, pelo menos uma vez, da programação do Carnaval de Pernambuco dos últimos três anos (2018, 2019 e 2020). O edital contemplou as categorias Cultura Popular, Dança e Música.

Uma comissão de análise, formada por representantes da sociedade civil, por meio do Conselho Estadual de Política Cultura (CEPC-PE), e integrantes da Secult/Fundarpe e da Setur/Empetur, ficou responsável pelo enquadramento dos solicitantes.

O valor do Auxílio Emergencial Ciclo Carnavalesco de Pernambuco corresponde a 60% do último cachê recebido pelo artista ou grupo cultural, por meio de contratação realizada pela Fundarpe ou Empetur, nos Ciclos Carnavalescos de 2018, 2019 e 2020. Os valores definidos terão um piso de R$ 3 mil e um teto de R$ 15 mil, pagos em parcela única.

De acordo com o governo estadual, o apoio financeiro é uma forma de contemplar os artistas e grupos culturais da tradição carnavalesca que estão impedidos de promover suas atividades por conta da pandemia da Covid-19. Entre eles, cantores, cantoras, blocos, troças, agremiações, grupos de maracatu, orquestras de frevo, caboclinhos, grupos de dança e outras manifestações do ciclo.

Comentários

Últimas notícias