PROJETO EMPREENDER

Agricultora orgânica e comerciante se fortalecem ao apostar no café em Taquaritinga do Norte

Cidade se destaca em Pernambuco ao produzir mais de 60 toneladas de café por ano, favorecendo expansão do setor na cidade e no Estado

JC
JC
Publicado em 22/05/2021 às 13:04
Notícia
JEFFERSON NASCIMENTO/TV JORNAL
Agricultora Raimunda Maria mantém tradição familiar na produção de café, agora incrementada com torra e revenda do produto em pó - FOTO: JEFFERSON NASCIMENTO/TV JORNAL
Leitura:

Do café tradicional a outros mais elaborados, quentes ou frios, puros ou com outros ingredientes, uma coisa é certa: essa bebida é a paixão do brasileiro. É tanto que, atualmente, o Brasil é considerado o segundo maior consumidor de café do mundo, além de ser um dos maiores exportadores desse produto no mercado mundial.

Uma parcela dessa produção acontece em Taquaritinga do Norte, Agreste de Pernambuco, conhecida como terra do café. Em 2019, de acordo com o IBGE, a cidade produziu em torno de 60 toneladas de café, nas mais de 60 propriedades dedicadas a essa matéria-prima. Um desses cafezais é da família de Raimunda Maria, que de agricultora passou a ser empreendedora e hoje tem a própria marca: o Café Maroca. “Meus antepassados cuidavam do café e vendiam na saca. Depois que eu fui para a associação, a gente passou a torrar e a faturar mais”, destacou.

A família da advogada Mylena Arnóbio também é de cafeicultores. Mas, além de produzir, ela resolveu abrir a primeira cafeteria de Taquaritinga do Norte, oferecendo também bolos, brownies e sorvetes e todo um cardápio com sabor de café. “Costumo dizer que empreender é um desafio, principalmente por conta da pandemia. Aí busco valorizar o que já tenho, ser criativa e desenvolver produtos a partir do café”, explica a empreendedora.

Confira a reportagem completa:

Comentários

Últimas notícias