Avicultura

Avipe, UFPE e AD Diper fecham parceria para beneficiar a produção de grãos em Pernambuco

Com a iniciativa será possível saber os locais mais adequados para a produção de milho e sorgo em todo o estado, favorecendo assim à indústria de rações de aves

JC
JC
Publicado em 25/05/2021 às 13:37
Notícia
Divulgação
Proposta é aumentar a produção de milho para destinar à ração animal - FOTO: Divulgação
Leitura:

A Associação Avícola de Pernambuco (Avipe), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) firmaram uma parceria de estudo tecnológico para aprimorar o mapeamento dos dados das chuvas em Pernambuco. O objetivo é investir na qualidade das ações de plantio de grãos (milho e sorgo) destinados à indústria de rações de aves, já que será possível saber os locais mais adequados para a produção das culturas. A iniciativa, batizada de Grãos PE, é inédita no Estado e contará com duas bolsas de estudo no valor total de R$ 38,4 mil a serem oferecidas aos técnicos da universidade por um período de 12 meses.

“Devido ao clima tropical e predominantemente semiárido, as chuvas são o principal fator que controla a produção agropecuária em Pernambuco. Mas, infelizmente, ainda são limitadas em Pernambuco as informações de fácil acesso que permitam a análise refinada e o mapeamento dos padrões de volume e distribuição das chuvas para apoiar a agricultura. Por isso, essa parceria é algo de extrema importância e chegou em boa hora”, explica o presidente da Avipe, Giuliano Malta.

BANCO DE DADOS

Os bancos de dados e ferramentas que serão utilizados no processo fazem parte das atividades desenvolvidas pelo Observatório Nacional da Dinâmica da água e do Carbono no Bioma Caatinga (ONDACBC), uma rede de pesquisa criada em 2016, sediada na UFPE, e da qual fazem parte os Programa de Pós-Graduação em Biometria e Estatística Aplicada, da UFRPE; e o Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, da UFPE. “Esperamos que os dados gerados possam ser aplicados para fornecer informações úteis, no formato e na linguagem adequada para embasar políticas públicas e uso direto pelo setor de avicultura e, posteriormente, por outros setores da economia de Pernambuco”, afirma o professor da UFPE e coordenador do ONDACBC, Rômulo Menezes.

O detalhamento da pesquisa é o que fará a diferença. “Será possível termos informações do histórico de chuvas em qualquer propriedade de Pernambuco. Por isso, entendemos que a aproximação da pesquisa científica ao setor produtivo se faz muito importante nesse momento, onde no caso em questão será imprescindível ao sucesso da produção de grãos em Pernambuco", comemora o gerente de Arranjos Produtivos Locais da AD Diper, Álvaro França.

Divulgação
Proposta é aumentar a produção de milho para destinar à ração animal - FOTO:Divulgação

Comentários

Últimas notícias