PROJETO EMPREENDER

Carro voador? Nada disso: transporte do futuro no Recife será o barco

Navegue une tecnologia, mobilidade e sustentabilidade para transformar rotas fluviais da cidade em meios de transporte

JC
JC
Publicado em 05/06/2021 às 13:03
Notícia
JAILTON JR/JC IMAGEM
Caio Scheidegger, sócio da Navegue - FOTO: JAILTON JR/JC IMAGEM
Leitura:

O Recife é cortado por rios que abraçam sua história e, junto com as pontes, dão à cidade o título de “Veneza Brasileira”. Mas diferente do destino italiano, onde os canais são utilizados para transporte, as rotas fluviais no Recife ainda navegam lentamente. Mesmo com um cenário favorável, o uso de barcos como meios de transporte ainda não é uma realidade em meio ao caos dos longos engarrafamentos da cidade. Tudo isso pode mudar com a ajuda da tecnologia e de empreendedores com olhar no futuro, como os do projeto recifense Navegue.

“A Navegue é uma startup de soluções hidroviárias que oferece a conexão entre pessoas que estão se deslocando por motivos rotineiros, através de soluções tecnológicas. A gente está aproveitando uma coisa que já existe em cidades como o Recife, a infraestruturas que o rio oferece, e aqui temos o Capibaribe que conecta boa parte da cidade”, explica Caio Scheidegger, sócio da Navegue.

Ainda com as operações iniciais na rota piloto - do Jardim do Baobá até o Marco Zero - para validar o conceito do projeto, a Navegue já nasceu visando o uso da tecnologia como aliada para um futuro mais sustentável. A startup tem parceria com a Prefeitura e com o Governo do Estado.

“A gente surgiu em um desafio de inovação do Governo Britânico com a Prefeitura do Recife, que foi o Open Mobility Hack. Pegamos dados de origem e destino das pessoas e o aplicativo ajuda a gente a roteirizar, a fazer uma previsão da demanda, e avisar ao barqueiro. Ele fica sabendo que, naquele horário, vai ter aquela demanda para levar a pessoa de barco ao centro da cidade ou a outro ponto. A tecnologia é um conector e potencializa algo que já existe, e o app é uma forma de contato do usuário com o sistema”, detalha.

Assista a matéria completa sobre a Navegue:

Comentários

Últimas notícias