PROJETO EMPREENDER

Magalu aposta em marketplace para apoiar pequenos empreendedores

Objetivo é diversificar mix de produtos e aumentar as vendas, ao mesmo tempo em que impulsiona crescimento de MPEs

JC
JC
Publicado em 05/06/2021 às 13:05
Notícia
DIVULGAÇÃO
Mariana Castriota, gerente de Marketplace do Magazine Luiza - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Quando se pensa em varejo no Brasil, algumas marcas vêm logo à cabeça. O Magazine Luiza é uma delas, sem dúvida. Tanto pelo carisma de sua CEO, Luiza Trajano, como em função da trajetória construída pela marca, o Magalu é sinônimo de qualidade e faturamento e serve de inspiração para muita gente que pensa em empreender - afinal, a empresa começou miúda, no interior de São Paulo, nos anos 1950, e hoje é uma varejista de referência mundial.

Um dos aspectos que são marca do crescimento do Magazine Luiza é a inovação permanente: a existência das lojas físicas, em sintonia com uma consolidada vitrine virtual, é ainda mais marcante desde o início da pandemia, quando o e-commerce se tornou a única solução viável para muita gente. Tanto para quem vende quanto para quem compra, o comércio eletrônico se consagrou no Brasil desde março de 2020. No Magalu, o ano passado terminou com 49% das vendas realizadas nas plataformas virtuais.

Foi essa visão permanente de futuro e inovação que estabeleceu o novo desafio da empresa: ajudar pequenos empreendedores a crescer no cenário digital, através da ampliação do marketplace do Magalu. Quando agrega novos parceiros ao seu e-commerce, o Magazine Luiza possibilita a entrada de micro, pequenos e médios empreendedores (MPEs) nesse cenário, ao mesmo tempo em que amplia a variedade de produtos disponíveis ao consumidor. 

"O que a gente quer agora, dentro da nossa missão que é dar a muitos o que é privilégios de poucos, é ajudar os micros, pequenos e médios varejistas do Brasil a se digitalizarem, a também viverem este processo. Esta nossa década será marcada por auxiliar e, principalmente, trazer para vender conosco mais de 5 milhões de varejistas. Nós acreditamos na soma, no ganha-ganha, no aumento de portfólio. Quando a gente abre a nossa plataforma para que outros empresários vendam conosco, passamos a ter uma riqueza de itens disponíveis para que o nosso consumidor não tenha que sair do Magalu. É aqui que ele vai encontrar tudo de que precisa", resumo Mariana Castriota, gerente de Marketplace do Magazine Luiza.

Atualmente, o Magalu soma mais de 1.300 lojas em 21 estados brasileiros, 23 centros de distribuição e cerca de 40 mil funcionários.

Veja a reportagem completa:

Comentários

Últimas notícias