Sewgurida

Saiba como e quando fazer a prova de vida do INSS 2021

A prova de vida é essencial para que o benefício não seja bloqueado

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 07/07/2021 às 9:03
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Pagamentos para quem recebe até um salário mínimo começaram na última segunda (26) - FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou um novo calendário para segurados fazerem a prova de vida. O calendário novo inclui os meses de janeiro a agosto de 2022 para quem tem que fazer a comprovação entre maio de 2021 e julho de 2022. 

>> INSS divulga novo calendário de prova de vida até 2022; confira datas

Aposentados e pensionistas voltaram a ser obrigados a fazer prova de vida, que estava suspensa desde março de 2020 para contenção da covid-19. O procedimento é essencial para não ter o benefício bloqueado.

Novo calendário

Mês de vencimento original

Mês em que deve ser feita

Até abril/2020 Junho/2021
Maio e junho/2020 Julho/2021
Julho e agosto/2020 Agosto/2021
Setembro e outubro/2020 Setembro/2021
Novembro e dezembro/2020 Outubro/2021
Janeiro e fevereiro/2021 Novembro/2021
Março e abril/2021 Dezembro/2021
Maio e junho/2021 Janeiro/2022
Julho e agosto/2021 Fevereiro/2022


Setembro e outubro/2021 Março/2022
Novembro e dezembro/2021 Abril/2022
Janeiro e fevereiro/2022 Maio/2022
Março e abril/2022 Junho/2022
Maio e junho/2022 Julho/2022
Julho/2022 Agosto/2022

Para fazer a prova de vida, o aposentado ou pensionista do INSS deve ir até o banco onde recebe o benefício, portando um documento com foto. Vale lembrar que alguns bancos permitem que a prova de vida seja realizada por meio de biometria, nos caixas eletrônicos ou em seus próprios aplicativos.

Ainda é possível fazer a comprovação de vida sem sair de casa por meio dos aplicativos Meu INSS e Meu gov.br. Nesses casos, a prova é feita através do sistema de biometria facial, que utiliza bases de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas nem todos os beneficiários têm direito à comprovação à distância.

Aqueles com mais de 80 anos ou alguma dificuldade de locomoção, também podem solicitar que a prova de vida seja feita em casa. Assim, o INSS envia um representante até o endereço da pessoa para comprovar a vida. Também é possível agendar um horário em uma agência da Previdência Social através do número 135.

Benefício suspenso

Quem perdeu o prazo da prova de vida terá o benefício suspenso. Nesse caso, a pessoa deve comparecer ao banco no qual recebe o pagamento. Lá, fará a comprovação de vida e o pagamento será liberado na mesma hora. É importante procurar o banco o quanto antes, alerta o INSS.

Caso o beneficiário possua biometria cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento de Trânsito (Detran), poderá ainda fazer a comprovação pelo aplicativo do Meu INSS, sem necessidade de ir ao banco.

Prova de vida digital

Cerca de 6 milhões de beneficiários já estão aptos a fazer a prova de vida por biometria facial. O INSS, em parceria com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, a Dataprev e o Serpro, iniciou em fevereiro um projeto piloto para que esses segurados façam a prova de vida sem sair de casa.

É possível fazer a prova de vida usando os aplicativos Meu gov.br (https://www.gov.br/pt-br/apps/meu-gov.br) e Meu INSS. Podem fazer a biometria facial segurados que tenham carteira de motorista ou título de eleitor, com biometria cadastrada na Justiça Eleitoral ou no Departamento de Trânsito (Detran).

Ao acessar o aplicativo Meu INSS, o segurado saberá se está apto a fazer a prova de vida por biometria. Se não estiver, terá de ir até a sua agência bancária para realizar o procedimento. O INSS afirma que pretende implantar a prova de vida digital para a maioria dos beneficiários, mas não há uma previsão de quando isso irá acontecer.

Prova de vida da Caixa pelo celular

  • Baixe o aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS) em seu celular.

  • Ao abrir o aplicativo "Meu INSS", você receberá no celular o alerta: "chegou a hora de fazer sua prova de vida" e um botão "Instale o Meu gov.br" (Android e iOS)

  • Depois de baixar e se cadastrar no Meu gov.br, toque em "Autorizações", selecione a pendência e toque em "Autorizar"

  • Toque em "Realizar Validação" para aceitar a autorização

  • Escolha "Permitir" para que o aplicativo tenha acesso à câmera do seu celular

  • O sistema solicitará uma informação que esteja em um documento no cadastro do governo, como a data de emissão da CNH digital

  • Posicione seu rosto no círculo que vai aparecer na tela do celular.

  • O app vai pedir para você faça alguns movimentos até que fique verde

  • A mensagem "Validação Facial realizada com sucesso!" será exibida.

Prova de vida pelo Banco do Brasil

Além de ser renovada de forma presencial mediante apresentação de documento de identidade e comprovante de residência, o cliente pode baixar o aplicativo do Banco do Brasil:

  • Toque no menu "Serviços" e vá em "INSS".
  • Toque em "Prova de vida INSS".
  • Tire foto do seu documento de identificação (frente e verso) e uma selfie.
  • A validação virá pelo próprio aplicativo.

Prova de vida pelo Bradesco

Basta validar a biometria em um caixa eletrônico ou na rede Banco 24Horas. Caso tenha procurador ou representante legal cadastrado no INSS, a comprovação deve ser feita sempre na agência.

Prova de vida pelo Itaú

É renovada de forma automática por mais um ano ao usar a biometria para fazer movimentação no banco (como um saque, por exemplo). Outro jeito é ir até uma agência com documento atualizado com foto, cartão do banco (conta corrente ou poupança) ou do INSS.

Prova de vida pelo Santander

Pode ser feita por clientes com o uso da biometria nos terminais de autoatendimento. Além disso, os beneficiários podem realizar a comprovação na agência de forma presencial diretamente com o gerente.

Comentários

Últimas notícias