DINHEIRO

Lucro do FGTS começa a ser depositado nas contas; saiba se você já foi beneficiado

Os valores são distribuídos proporcionalmente conforme o saldo que cada trabalhador tinha em conta no FGTS em 31 de dezembro de 2020

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 23/08/2021 às 7:52
Notícia
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Aplicativo FGTS - FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

Trabalhadores de todo o Brasil já começaram a receber, via depósito da Caixa Econômica Federal (CEF), a distribuição de lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Algumas pessoas tiveram o depósito do lucro nas contas inativas vinculadas de menor valor e em breve terão os valores transferidos corretamente. Outros trabalhadores, porém, já receberam também nas contas ativas, ou seja, aquelas que são referentes ao vínculo empregatício atual.

Os valores são distribuídos proporcionalmente conforme o saldo que cada trabalhador tinha em conta no FGTS em 31 de dezembro de 2020. Segundo a Caixa, o processamento para distribuição do lucro está sendo realizado ao mesmo tempo nas bases de contas ativas e inativas, e que não há escalonamento sendo feito entre contas de maior ou menor volume de recursos. O banco não revelou quantos trabalhadores e quantas contas já tiveram o lucro creditado, mas garante que o prazo máximo para o depósito é 31 de agosto.

Ainda de acordo com a CEF, os valores já podem ser visualizados pelo trabalhador em seu extrato FGTS logo após a efetivação do crédito. Embora o percentual para distribuição lucro só tenha sido aprovado pelo Conselho Curador do Fundo no dia 17 de agosto, trabalhadores verificaram que a data do depósito ou crédito no extrato do FGTS consta como dia 10 de agosto.

Veja o resumo da notícia em vídeo:

Quem pode sacar?

Mesmo com o dinheiro creditado na conta, os trabalhadores não poderão sacá-lo, por enquanto. Isso porque, para ter direito ao saque, é necessário cumprir alguns requisitos, como:

  • ter sido demitido sem justa causa;
  • ter conseguido a aposentadoria;
  • estar a, pelo menos, três anos sem emprego com carteira assinada
  • compra de casa própria; 
  • doença grave, entre outros.

Confira a lista completa dos requisitos para o saque.

Consulte seu saldo

A distribuição dos lucros alcança 191,2 milhões de contas, com saldo total de R$ 436,2 bilhões em dezembro de 2020. Na prática, a distribuição será de 1,86% sobre o saldo da conta vinculada do trabalhador existente em 31 de dezembro de 2020, ativa e/ou inativa. Segundo dados do Conselho Curador, para cada mil reais de saldo, serão creditados R$ 18,63 na conta vinculada ativa ou inativa. Então, se você tinha, no final de 2020, um saldo de R$ 2 mil, o crédito deveser de R$ 37,26.

O trabalhador pode consultar seu saldo da conta do FGTS por meio do aplicativo FGTS, com cadastro e senha. Para isso é preciso baixar o app na Apple Store para iOS ou no Google Play para Android.

Também é possível verificar o saldo e outras informações de seu FGTS no site da Caixa. É preciso fazer o login e criar uma senha de acesso.

Comentários

Últimas notícias