EVENTO

Sociedade Nordestina dos Criadores pede apoio do Estado para que Exposição de Animais aconteça este ano

Segundo o presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores, Delmiro Gouveia, há risco do evento não ser realizado este ano porque o Parque de Exposições, no Cordeiro, está abandonado

JC
JC
Publicado em 14/10/2021 às 22:32
Notícia
TSUEY LAN BIZZOCCHI/SNC
Em 2019, exposição movimentou em torno de R$ 30 milhões em negócios e leilões - FOTO: TSUEY LAN BIZZOCCHI/SNC
Leitura:

O presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores, Delmiro Gouveia, convidou a imprensa para uma coletiva na manhã desta sexta-feira (15) sobre a 79ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados. Ele diz que há risco do evento não ser realizado este ano porque o Parque de Exposições, no Cordeiro, Zona Oeste do Recife, está abandonado, e pede apoio do governo de Pernambuco.

"A Exposição Nordestina de Animais é um dos eventos mais tradicionais do segmento, mas corre o risco de não acontecer neste ano. O Parque de Exposições, no Cordeiro, está abandonado. Precisamos do apoio do Governo do Estado para que o evento seja realizado este ano", relata Delmiro Gouveia.

A mais recente edição da exposição, em novembro de 2019, superou as expectativas da organização. Mais de 250 mil pessoas visitaram o evento, que durou dez dias e movimentou em torno de R$ 30 milhões em negócios e leilões. Considerada a 3ª maior feira agropecuária do Brasil, a 78º Exposição de Animais recebeu criadores de 17 estados. Foram mais de duzentos expositores espalhados em uma área de 120 mil metros quadrados, 880 caprinos e ovinos, 600 bovinos, 85 suínos, 3 mil aves e mil animais pequenos. 

Comentários

Últimas notícias