resistência

Governadores querem discutir política de preços com a Petrobras, diz Pacheco

Os Estados temem queda de arrecadação com a mudança, aprovada na Câmara. Pacheco afirmou que o projeto será discutido pelo Senado

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 21/10/2021 às 18:59
Notícia
Fernando Frazão/Agência Brasil
Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que os governadores querem discutir a política de preços dos combustíveis no País com a Petrobras - FOTO: Fernando Frazão/Agência Brasil
Leitura:
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que os governadores querem discutir a política de preços dos combustíveis no País com a Petrobras. Os administradores estaduais se reuniram com Pacheco mais cedo e manifestaram resistência ao projeto que altera a cobrança de ICMS sobre os preços do produto.
Os Estados temem queda de arrecadação com a mudança, aprovada na Câmara. Pacheco afirmou que o projeto será discutido pelo Senado.
Na quarta (20), o senador sugeriu mudar a proposta para liberar os Estados a definirem suas próprias alíquotas para o imposto e alterar as datas de referência da mudança, minimizando as perdas para os cofres estaduais.
"Os governadores disseram muito da importância de discutir uma política de preços dos combustíveis no Brasil e a própria participação da Petrobras nessa discussão, uma empresa evidentemente muito lucrativa, e que bom que ela seja lucrativa, que é importante tomar parte dessa discussão do projeto", disse Pacheco em entrevista no Senado.
Outras reuniões devem ser agendadas para discutir o projeto. Pacheco e os governadores devem buscar uma agenda com a diretoria da Petrobras para debater o assunto.
 

Últimas notícias