OPORTUNIDADE

Governo de Pernambuco libera os primeiros recursos do programa Mulheres Empreendedoras

Quase quatro meses após o lançamento, o programa de financiamento de pequenos negócios vai beneficiar sete mulheres, totalizando R$ 76 mil em recursos

Edilson Vieira
Cadastrado por
Edilson Vieira
Publicado em 03/03/2022 às 19:56
Divulgação/AGE
Empreendedoras também contam com outras linhas de financiamento, como o Crédito Popular - FOTO: Divulgação/AGE
Leitura:

A Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE), liberou os primeiros recursos do programa Mulheres Empreendedoras. Nesta primeira etapa estão sendo beneficiadas sete mulheres moradoras de Paulista, Caruaru, Vitória de Santo Antão, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, totalizando R$ 76 mil.Elas atuam nos ramos de confecções, produção de cortinas, salão de beleza e artesanato em barro.

O programa Mulheres Empreendedoras foi lançado em novembro de 2021 pela vice-governadora Luciana Santos, com o objetivo de estimular negócios, promover a formalização e a igualdade de gênero. É voltado a empreendedoras que já tenham contratado algum microcrédito pela AGE, que pagaram as parcelas sem atraso de mais de 30 dias e queiram investir na expansão do seu empreendimento.

“Estamos muito animados com o projeto Mulheres Empreendedoras e a liberação dos primeiros recursos é um motivo de comemoração para todos nós. Sabemos que a autonomia financeira é condição necessária para a emancipação das mulheres, então compreendemos que o alcance desta política pública tem uma proporção maior que o aspecto econômico. É uma forma de garantir perspectiva de futuro e estímulo para seguir com seus sonhos”, comemorou a vice-governadora Luciana Santos.

CAPACITAÇÃO

Para ter acesso ao crédito, as mulheres também participam de uma capacitação em gestão oferecida pela Secretaria da Mulher de Pernambuco, parceira no programa. O curso aborda temas como políticas públicas para mulheres, empreendedorismo feminino e formalização e gestão do negócio. Elas também precisam apresentar a formalização do empreendimento, através do cartão CNPJ. Aquelas que já são MEI e cujo faturamento está acima de R$ 81 mil também devem apresentar a formalização da alteração do enquadramento para microempresa.

“Agora formalizadas, capacitadas e com os recursos em mãos, essas mulheres vão poder melhorar seus negócios e acessar direitos”, afirma o diretor-presidente da AGE, Márcio Stefanni. Após essas primeiras liberações, a AGE continuará buscando novas clientes entre aquelas que já contrataram algum microcrédito e se enquadram no perfil do programa. Entre as pessoas que contratam financiamento pelo Crédito Popular, 65% são mulheres, segundo informações da agência. Aquelas que atendem aos requisitos estão sendo contatadas por agentes de crédito da AGE e por coordenadoras regionais da Secretaria da Mulher, que também apoiam as inscritas na preparação da documentação, como o plano simplificado de negócios.

VALORES

O programa Mulheres Empreendedoras concede crédito no valor de até R$ 20 mil por beneficiária e prazo de pagamento em até 36 meses, sendo três meses de carência, com taxa de juros de 0,5% ao mês para quem quitar as parcelas em dia. A taxa de juros é a mesma taxa do Crédito Popular,  e inferior em relação ao que normalmente é cobrado pelos bancos tradicionais. Mais informações: www.age.pe.gov.br.

Comentários

Últimas notícias