CONTRA AUMENTOS

Em meio à alta inflação, governo corta imposto da carne e mais 10 produtos; veja lista

De acordo com a secretária da Camex, Ana Paula Rapeza, a lista de produtos com corte de imposto foi aprovada por unanimidade

Lucas Moraes
Cadastrado por
Lucas Moraes
Publicado em 11/05/2022 às 15:29 | Atualizado em 11/05/2022 às 15:40
DAY SANTOS/JC IMAGEM
Preços nas prateleiras dos supermercados podem ser afetados devido as fortes chuvas. - FOTO: DAY SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

O governo federal, por meio do Ministério da Economia, anunciou nesta quarta-feira (11) o corte de impostos de uma lista de 11 produtos, incluindo alguns alimentos. A medida do governo federal diz respeito ao corte do imposto de importação, o que deve possibilitar a compra mais barata de produtos fabricados no exterior. 

O objetivo é tentar ofertar preços mais acessíveis aos brasileiros em meio à carestia que, em 12 meses, segundo a inflação mensurada pelo IPCA avançou 12,13%. 

De acordo com a secretária da Camex, Ana Paula Rapeza, a lista de produtos com corte de imposto foi aprovada por unanimidade. Segundo ela, os produtos que as alíquotas de importação vão a zero são: carne de boi, carne de frango, trigo e farinha de trigo, milho em grão, bolachas e biscoitos e outros produtos de padaria, pastelaria e indústria de biscoito. 

Não há garantia de que o corte irá reduzir o preço dos produtos de imediato, já que outros custos da produção podem continuar pressionando o valor dos produtos no mercado. 

Há seis meses, o Ministério da Economia já tinha reduzido as tarifas de importação com o mesmo percentual - 10% - e, na época, a decisão foi tomada com a justificativa de ajudar a entrada de produtos estrangeiros e atenuar a inflação do País.

Em março, o imposto de importação  também havia sido zerado para seis produtos da cesta básica (café, margarina, queijo, macarrão, açúcar e óleo de soja), além do etanol, num custo estimado de R$ 1 bilhão por ano.

"Estamos adicionando novos produtos para redução, que são produtos que foi identificado uma grande alta de preço, e para conter o um pouco o movimento inflacionário no País”, diz a secretária-executiva da Câmara de Comércio Exterior (Camex), Ana Paula Repeza.

Veja lista de produtos com corte de imposto: 

  • carnes desossadas de bonivo congeladas: de 10,8% para zero
  • pedaços de frango: de 9% para zero
  • farinha de trigo: de 10,8% para zero
  • trigo: de 9% para zero
  • bolachas e biscoitos: de 16,2% para zero
  • outros produtos de padaria e pastelaria: de 16,2% para zero
  • produtos do aço, vergalhão CA 50: de 10,8% para 4%
  • produtos de aço, vergalhão CA 60: de 10,8% para 4%
  • ácido sulfúrico: de 3,6% para zero
  • mancoseb técnico (fungicida): de 12,6% para 4%
  • milho em grãos: de 7,2% para zero

 

Comentários

Últimas notícias