seleção brasileira

Evandro Carvalho explica pedidos "sofisticados" da seleção brasileira no Recife

Presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, falou sobre a vinda da seleção brasileira para o Recife

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 04/03/2020 às 12:57
Notícia
AFP
Seleção jogará na Arena de Pernambuco no dia 27 de março - AFP
Leitura:

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, falou sobre os detalhes do período em que a seleção brasileira passará no Recife para treinar e disputar o primeiro jogo das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022. De acordo com o mandatário, que concedeu entrevista ao programa Bate Rebate da Rádio Jornal, esta será a primeira vez na história que a seleção Canarinho ficará hospedada em uma cidade por um período mais longo. Na capital pernambucana, os comandados por Tite vão se preparar para a estreia na competição diante da Bolívia. A seleção aportará na capital no domingo, dia 22, e iniciará os trabalhos na segunda-feira. O jogo será realizado no dia 27 de março, na Arena de Pernambuco.

LEIA MAIS

>> Seleção brasileira vai treinar no CT do Sport visando à Bolívia 

>> Vice do Náutico confirma treinos da seleção brasileira nos Aflitos

>> CBF faz vistoria nos estádios do Recife para receber treino da seleção brasileira

>> Seleção brasileira programa treino aberto no Recife

Evandro comentou a vinda da seleção para o Recife. "Essa vinda da seleção é excepcional. Pela primeira vez a seleção ficará durante um período tão longo em uma cidade que ela não esta disputando uma competição oficial. Vamos receber membros da comissão técnica, diretores, vamos fazer a coletiva de imprensa. Foi uma decisão da CBF recebida por nós com muito agrado. Essa relação entre o torcedor de Pernambuco e a seleção é fraterna, nenhum estado tem essa característica única de afinamento com a imagem, com a instituição seleção. Então ficamos muito felizes", comentou. "Tudo foi costurado, construído com a CBF. E ainda vamos ter esse treino aberto. E vamos fazer o ingresso mais barato. Não vai ser algo de R$ 10,00 porque a Fifa não permite, mesmo assim vamos atender essa população".

PEDIDOS PARA A SELEÇÃO

Por enquanto a CBF ainda não definiu onde a seleção treinará nos dias que antecedem o jogo contra a Bolívia. As opções são os estádios da Ilha do Retiro, Arruda e Aflitos, além dos CTs do trio de ferro e do Retrô. O problema é que os equipamentos não atendem às exigência da seleção. Para se ter ideia, um dos pontos solicitados é um banheiro com hidromassagem para os jogadores.

Evandro explicou a situação, destacando o nível elevado de sofisticação exigido pelo atletas. "Vamos ter um campo. A questão é que o futebol mudou muito. Aconteceu um episódio com Pelé em um determinado jantar da seleção. A comida era tão ruim que eles (os jogadores) não comeram. Hoje o nível exige que eles tenham 200m de distância para aquecer. O nível de sofisticação é grande. Não estou recriminando. São atletas profissionais. Eles têm esse tratamento na Europa, Chima, América do Norte. É um nível de sofisticação tão grande que quando chegamos aos estádios fica é evidente que essa estreitura ficam muito distante do que o que esses atletas estão acostumados em termos de equipamento, de tecnologia", comentou Evandro, quecompletou. "Vamos superar isso e vamos utilizar o que temos de melhor. Deixamos abertos para eles escolherem o melhor local".

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Newsletters

Fique por dentro de tudo que acontece, assine já as nossas Newsletters.

Últimas notícias