seleção brasileira

Tite garante que tem autonomia para convocador jogadores de clubes do Brasil

Tite convocou três jogadores do Flamengo e garantiu que tem autonomia para chamar os atletas para a compor a seleção brasileira

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 06/03/2020 às 13:10
Notícia
AFP
Tite convocou jogadores para o jogo na Arena de Pernambuco - FOTO: AFP
Leitura:

DA AGÊNCIA ESTADO

A escolha de três jogadores de um mesmo clube do País, algo inédito nos últimos anos em uma seleção que sempre se sentiu constrangida em desfalcar equipes por conta de falhas no calendário, demonstram que o técnico Tite está preocupado em dar uma arrancada nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Ao anunciar os flamenguistas Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa, o treinador deixou claro o critério em 2020: levar os melhores.

LEIA MAIS

>> Seleção brasileira vai monitorar jogadores durante as Eliminatórias por causa do coronavírus

>> Seleção brasileira fará treino aberto na Ilha do Retiro 

>> Com Neymar, veja os jogadores da seleção brasileira que vão jogar na Arena de Pernambuco

"Meu critério é início de caminhada para Copa do Mundo. A responsabilidade é muito grande", declarou Tite, logo após anunciar a lista de convocados. Ele afirmou que ninguém na comissão técnica entrou em contato com os clubes para tentar negociar a liberação de jogadores. "Tenho autonomia de escolha".

ANTECIPAR ESCALAÇÃO

Apesar disso, Tite não quis antecipar se irá escalar o trio flamenguista nas partidas diante de Bolívia e Peru. "Antecipar escalação é difícil, me coloca em saia justa", considerou o treinador. Pelo menos um dos atacantes do Flamengo, no entanto, deverá iniciar a partida diante da Bolívia, no próximo dia 27, no Recife. Isso porque o atacante Gabriel Jesus terá de cumprir suspensão devido à expulsão na final da Copa América do ano passado.

O treinador da seleção também comentou a convocação de Everton Ribeiro, preterido das listas de amistosos do ano passado. "É essencialmente técnica a escolha desses atleta", disse Tite. "Todas as etapas são de preparação e existe uma outra que é de desempenho e resultado. Tem pequenas diferenças. Por vezes, dois, três, quatro meses, por ene fatores (fazem com que um jogador fique de fora). Estou falando do Everton especificamente Ele tem um processo criativo como grande marca há muito tempo"

Durante a coletiva de cerca de 50 minutos, Tite foi questionado pelo menos três vezes sobre o Flamengo, apontado nas perguntas como "o time do momento". Como de costume, contudo, o treinador preferiu não se aprofundar. "O Flamengo está fazendo um trabalho extraordinário, digno de elogios", declarou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias