PSG

Neymar marca e PSG avança para às quartas da Champions

Atacante brasileiro chamou a responsabilidade e ajudou o PSG a passar de fase

AFP
AFP
Publicado em 11/03/2020 às 20:47
Notícia
GETTY/UEFA / AFP
Neymar chamou a responsabilidade no jogo e marcou o primeiro gol - GETTY/UEFA / AFP
Leitura:

Com Neymar chamando a responsabilidade, o Paris Saint-Germain superou a maldição das oitavas de final que o perseguia há três anos ao derrotar por 2 a 0 o Borussia Dortmund, nesta quarta-feira (11) em um Parque dos Príncipes vazio como medida preventiva diante da pandemia do coronavírus na Europa.

Com Kylian Mbappé, gripado, no banco no início da partida, Neymar assumiu a responsabilidade no PSG e abriu o placar para os donos da casa de cabeça (28'), antes do espanhol Juan Bernat (45+1') ampliar pouco antes do intervalo.

Ausente do Top-8 continental nas últimas três temporadas, nas quais foi derrotado nas oitavas de final por Barcelona, Real Madrid e Manchester United, o PSG desta vez superou a fatídica fase liderado por Neymar, sua principal estrela, que havia ficado de fora dos confrontos nos últimos dois anos por conta das repetidas lesões.

O jogador de 222 milhões de euros já havia mostrado seu valor no jogo de ida contra o Borussia, na Alemanha, onde anotou o gol do PSG, que saiu derrotado por 2 a 1. E, nesta quarta-feira, mostrou o caminho da classificação para os parisienses ao abrir o placar.

No lance, Neymar se livrou da marcação e apareceu livre na pequena área para, de peixinho, aproveitar uma cobrança de escanteio do argentino Ángel Di Maria, levando à loucura milhares de torcedores do PSG... reunidos do lado de fora do estádio.

SEM TORCIDA

Apesar de não ter a torcida do PSG nas arquibancadas para pressionar, o Borussia Dortmund não conseguiu mostrar o mesmo futebol vistoso e agressivo do jogo de ida, se contentando em armar uma forte retranca, praticamente abdicando do ataque.

Assim, o jovem astro norueguês Erling Haaland, autor dos dois gols de sua equipe na Alemanha, sequer chutou ao gol francês no Parque dos Príncipes.

Vendo o adversário acuado, o PSG seguiu atacando em busca de um segundo gol que garantisse a classificação direta às quartas, e ele veio no último lance antes do intervalo com Bernat, que desviou sutilmente um cruzamento rasteiro de Di Maria após uma bela jogada coletiva dos parisienses.

No segundo tempo, Haaland e companhia não tiveram opção a não ser partir para o ataque para evitar a eliminação, mas encontraram enorme dificuldade para penetrar uma defesa do PSG atenta e bem postada que não deixou o goleiro Keylor Navas trabalhar.

Nos minutos finais, o volante Emre Can foi expulso após um desentendimento com Neymar e, com um jogador a menos, o Borussia não teve mais forças para reagir.

Superada a barreira das oitavas de final, e podendo contar com um Neymar saudável e confiante, o PSG pode agora mirar para o título da Champions sem complexos e más lembranças.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias