estadual

Governo deve responder sugestão para recomeço do Pernambucano nesta terça

O Pernambucano está parado desde a metade de março, por causa da pandemia do novo coronavírus

Karoline Albuquerque Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 29/06/2020 às 18:49
Notícia
JC IMAGEM
Faltam cinco rodadas para o fim do Campeonato Pernambucano. - FOTO: JC IMAGEM
Leitura:

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já definiu uma data para o começo dos Campeonatos Brasileiros das Série A e B desta temporada. A entidade deseja começar as competições nos dias 8 e 9 de agosto. Para não se emaranhar com o calendário nacional, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) deseja retomar o Campeonato Pernambucano ainda na primeira quinzena do mês de julho. A Copa do Nordeste também precisa chegar a uma conclusão. Uma resposta do Governo do Estado, porém, só deve ser dada nesta terça-feira (30).

A primeira ideia da FPF, de acordo com o presidente Evandro Carvalho, era começar no dia 12 ou 15 de julho. Mas, por causa da data desejada pela CBF, o prazo para conclusão ficaria curto. O Estadual ainda precisa de uma data para jogar a última rodada da primeira fase e mais quatro para o mata-mata. Além disso, há pendência ainda com a Copa do Nordeste, que precisa também de cinco datas, decididas pela CBF, e a escolha da sede única. Se não definidas antes, a opção é intercalar com o Brasileiro.

O Estadual foi proposto, então, para recomeçar no dia 5 de julho, o próximo domingo. Com o atraso na resposta do governo, a FPF trabalha com outras duas datas: 8 e 12 de julho. Caso comece no dia 8, a quarta-feira da próxima semana, a final deve acontecer no dia 22 de julho. Se for no dia 12, o campeão pode ser definido no dia 25 de julho, restando assim duas semanas até o início do Brasileirão.

Uma preocupação com a volta do Pernambucano acontece pelo "precedente" em Minas Gerais. A Federação Mineira de Futebol (FMF) propôs a retomada para o dia 26 de julho, mas o governo mineiro avaliou os protocolos e entendeu que nenhum seria adequado no momento, adiando uma decisão.

Quando parou, o Campeonato Pernambucano já tinha Santa Cruz e Salgueiro classificados direto para as semifinais, por ocuparem 1º e 2º lugar, respectivamente, com 22 e 16 pontos. Retrô e Náutico aparecem atrás, ambos com 12 pontos, mas com vantagem para o mais jovem time nos gols pró. O Sport tem 11, em 5º, e o Afogados é o último dentro da zona de classificação para as quartas de final, com 10.

Na luta contra o rebaixamento aparecem Central, Petrolina, Decisão e Vitória. A Patativa do Agreste ainda tem chances de se classificar para o mata-mata, pois tem os mesmos 10 pontos do Afogados. O problema, porém, é a diferença nos gols marcados. Enquanto a Coruja tem 12, o Alvinegro de Caruaru tem apenas cinco. Na última rodada, o Central encara o Decisão, vice-lanterna, como visitante, enquanto o Afogados tem o Vitoria, último colocado com apenas dois empates, em casa.

O Campeonato Pernambucano está parado desde o dia 15 de março por causa da pandemia do novo coronavírus. No estado, já são 58.476 casos da covid-19, com 4.782 óbitos pela doença.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias