COPA DO NORDESTE

Prefeito de Salvador confirma conversas adiantadas para sediar Copa do Nordeste

De acordo com o presidente da Federação Bahiana de Futebol, a cidade está estruturalmente preparada para receber a competição

Pedro Alves
Pedro Alves
Publicado em 03/07/2020 às 12:46
Notícia
Foto: Yacy Ribeiro/JC Imagem
Restam um jogo da fase de grupos da Copa do Nordeste e o mata-mata. - FOTO: Foto: Yacy Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O futuro da Copa do Nordeste ainda é uma incógnita. A única possibilidade que está perto de ser confirmada é que a competição será finalizada em sede única e a cidade que parece estar despontando como favorita é Salvador. A informação foi confirmada pelo prefeito da cidade, Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Neto, conhecido como ACM Neto, em entrevista coletiva. 

De acordo com o gestor, as conversas estão acontecendo e agora estuda como será a logística para atender os protocolos de segurança exigidas pela Secretaria de Saúde, Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Liga do Nordeste, que serão apresentados para as entidades tomarem a decisão final.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

“Reuni com os presidentes dos clubes e da Liga do Nordeste, estamos conversando com a CBF com respeito de Salvador sediar a Copa do Nordeste. Não há ainda uma decisão, porém a possibilidade existe. Estamos analisando os protocolos desse campeonato e também as condições de alojamento das outras delegações que viriam para Salvador, como seria todo a logística de chegada, permanência e saída dos clubes dos estádios para então chegar a uma conclusão dentro do prazo exigido pela CBF e Liga do Nordeste para decidir se Salvador sediará ou não essa competição”, afirmou o prefeito que completou enfatizando que não existe nada confirmado.

“É possível que nós venhamos a sediar sim, mas a decisão não foi tomada e será objeto de análise final conjunta entre prefeitura, Governo, Liga do Nordeste e os clubes envolvidos”, completou.

Estrutura e datas

Uma das principais dúvidas com relação ao complemento da Copa do Nordeste em relação a sede única é sobre a estrutura dos estádios e locais para treinos durante o período de realização dos jogos. O presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ricardo Lima, tratou de tirar qualquer tipo de dúvida quanto a relação a qualidade dos locais.

“Os estádios estão em perfeita possibilidade de utilização. A malha hoteleira passa pela Secretaria de Turismo e isso envolve a decisão também do Governo e da Prefeitura Municipal. Caso essa competição possa ocorrer no nosso estado vamos fazer de tudo para que todos possam ser bem recebidos, para que as coisas aconteçam no novo normal e que se tenha a segurança para todos os envolvidos que estarão em nossa capital. Mas ainda não tem nada definido e dependemos muito do poder estadual e municipal para que isso possa acontecer. Estaremos no aguardo”, disse o mandatário.

Em relação aos dias e horários das realizações das partidas, Ricardo Lima se conteve para não expor as possíveis datas dos jogos da competição. De acordo com o presidente, essa é uma decisão que a Liga do Nordeste deve tomar para não favorecer nenhuma equipe.

“A princípio eles trabalham com algumas datas, mas seria prematuro eu fazer algum tipo de divulgação por ser uma competição da Liga (do Nordeste) e é uma decisão que cabe a eles para que possam estar divulgando para seus filiados de forma que todos tenham a informação ao mesmo tempo”, encerrou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias