ILHA DO RETIRO

Sport vence na estreia da Série A e carimba a faixa do Ceará

Leão largou com o pé direito na Série A do Campeonato Brasileiro. Venceu o Ceará, atual campeão da Copa do Nordeste, por 3x2 na noite deste sábado, na Ilha do Retiro

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 08/08/2020 às 23:03
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Jogo entre os times de futebol entre Sport x Ceará, valido pela primeira rodada do campeonato brasileiro de futebol série A, na ilha do Retiro em Recife, Pernambuco. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Em jogo bem movimentado, o Sport largou com o pé direito na Série A do Campeonato Brasileiro. O Leão venceu o Ceará, atual campeão da Copa do Nordeste, por 3x2 na noite deste sábado (8), na Ilha do Retiro, pela primeira rodada do Brasileirão. 

Com um grande primeiro tempo, o rubro-negro abriu 2x0, com dois gols do atacante Elton, aos 19 e 32 minutos. O segundo foi de pênalti, marcado após a interferência do VAR. O Vozão descontou ainda na etapa inicial, com Cléber aos 35. Mas aos 42, o argentino Jonatan Gómez anotou o terceiro do Leão.

No segundo tempo, o Ceará apertou e chegou ao segundo gol, com Jacaré, aos 12 minutos. O alvinegro pressionou, mas o Sport segurou a importante vitória.

O próximo compromisso do Sport na Série A do Campeonato Brasileiro é na quinta-feira (13). O Leão vai visitar o Vasco no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

> Veja o tempo real de Sport x Ceará

 

O JOGO

O Sport entrou em campo para o primeiro duelo na elite do futebol brasileiro com um desfalque de última hora. O atacante Leandro Barcia, com lesão muscular, deu lugar a Rafael. Já Elton permaneceu no ataque, no lugar de Brocador, por opção de Daniel Paulista. O Ceará, de Guto Ferreira (ex-Sport) também sofreu baixas, mas a principal foi a do meia Vinícius, titular absoluto.

Com a bola rolando, o Sport fez um primeiro tempo que empolgou. Nem de longe lembrava o time que penou no Campeonato Pernambucano ao garantir a vaga na Série A1 depois de disputar o quadrangular do rebaixamento. Aparentando disciplina tática, os comandados de Daniel Paulista conseguiram se postar bem na defesa, mas não jogaram apenas na retranca. Conseguiu criar oportunidades e, o mais importante, soube aproveitar boa parte delas.

O Ceará tomava mais a iniciativa e começou a chegar várias vezes à área rubro-negra nos cruzamentos e chutes de longa distância. A coisa mudou de figura a partir dos 13 minutos, quando Elton mandou cobrança de falta no travessão de Fernando Prass. Logo depois veio o primeiro gol do Leão. O camisa 19 fez bela inversão de jogo para Patric, invadiu a área e recebeu cruzamento na medida para cabecear dentro do gol cearense. Aos 19, o Sport inaugurou o placar na Ilha do Retiro.

As equipes seguiram se revezando no ataque. O lance de maior perigo dos visitantes aconteceu aos 25. Matheus Gonçalves chutou rasteiro, no canto. Mailson não chegou e Patric salvou no último instante.

Aos 32, o Sport contou com a interferência do árbitro de vídeo para marcar o segundo. Ao verificar cobrança de falta do Leão, que aconteceu aos 28, a árbitra Edna Alves Batista constatou que a tentativa de voleio de Adryelson, após batida de Sander na barreira, bateu no braço de Fabinho. Pênalti validado, Elton não desperdiçou e ampliou para o Leão aos 33.

A alegria dos rubro-negros não durou muito. Logo na sequência, em jogada que começou com falha de William Farias, Cléber diminuiu para o Vozão. O último gol do rubro-negro na partida aconteceu sete minutos depois. Jonatan Gomez marcou seu primeiro gol pelo Sport ao aproveitar cruzamento mal afastado pela zaga do Ceará: 3x1.

Na segunda etapa o jogo mudou completamente. O Ceará partiu em busca do resultado e o Sport precisou se reorganizar. A equipe de Guto Ferreira passou a encontrar mais brechas para sair jogando e chegou várias vezes com perigo. Tanto que diminuiu a distância no placar. Aos 12 minutos, aproveitando "cochilo" da defesa do Sport, Matheus Gonçalves cruzou rasteiro e Jacaré completou para o fundo das redes. O jogo seguiu truncado, com muitas faltas e cartões amarelos. Depois de muita pressão do Ceará, o Sport conseguiu se defender e segurou o resultado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias