AUTOMOBILISMO

Piloto pernambucano Kiko Porto termina temporada da USF2000 no Top 10

Em um fim de semana de bons resultados, o piloto pernambucano Kiko Porto (Banco Daycoval / Petromega / DEForce Racing / Speed Group) conseguiu o segundo lugar na prova de encerramento da USF2000, nas ruas de São Petersburgo-FL e ficou no Top10 na classificação de pilotos, na temporada 2020.

JC
JC
Publicado em 25/10/2020 às 15:16
Notícia

Chris Bucher/Divulgação
Kiko Porto (preto) fez grande temporada em 2020 - FOTO: Chris Bucher/Divulgação
Leitura:

Em um fim de semana de bons resultados, o piloto pernambucano Kiko Porto (Banco Daycoval / Petromega / DEForce Racing / Speed Group) conseguiu o segundo lugar na prova de encerramento da USF2000, nas ruas de São Petersburgo-FL e ficou no Top10 na classificação de pilotos, na temporada 2020.

Largando em segundo, Porto manteve sua posição do início ao fim, na prova disputada neste domingo (25). O americano Christian Brooks foi o vencedor da corrida 2 e Dudu Barrichello fechou o pódio na terceira colocação. Dudu assegurou o vice-campeonato da categoria, atrás apenas do dinamarquês Christian Rasmussen, campeão do ano. 

> Pernambucano de 17 anos bate recorde na categoria de acesso à Fórmula Indy 

> Pernambucano é vice-campeão da F4 Americana

Na corrida 1, disputada no sábado (24), Kiko Porto manteve a segunda posição da largada até a nona volta, quando assumiu a liderança e não perdeu mais até a bandeirada final, seguido por Barrichello e pelo americano Reece Gold, que completou o pódio em St Pete.

CLASSIFICAÇÃO

Com o pódio deste domingo, o piloto da equipe DEForce marcou mais 25 pontos na classificação fechando o ano com 197 no total, na 10ª posição. Lembrando que Kiko ficou de fora em cinco corridas neste ano: na rodada dupla de Elkhart Lake, quando não pôde entrar no Estados Unidos em julho, por causa de restrições à pandemia do novo coronavírus e ainda na rodada tripla, em Nova Jersey, no início de outubro, quando testou positivo para a Covid-19. 

“Claro que ficar fora em cinco corridas faz uma grande diferença, mas de qualquer forma estou muito feliz pelo o que conseguimos conquistar este ano. Os dois pódios e recorde da pista em Indianápolis, minha primeira vitória aqui em St Pete e ainda este pódio de hoje, em segundo, só mostra que consegui evoluir na categoria e me manter competitivo, apesar dos obstáculos. Isso só me deixa mais forte e motivado pra continuar minha carreira e voltar ano que vem ainda mais forte", fez uma balanço logo após a corrida de encerramento da temporada.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias