DESPEDIDA

O adeus da lenda: Anderson Silva se aposenta do octógono neste sábado aos 45 anos

Spider faz última luta pelo UFC contra o jamaicano Uriah Hall, às 20h

LOURENÇO GADÊLHA
Cadastrado por
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 31/10/2020 às 13:25
STEVE MARCUS/AFP
LENDA.Em 14 anos no UFC, Anderson Silva venceu 17 lutas, perdeu seis e um combate não tem resultado - FOTO: STEVE MARCUS/AFP
Leitura:

Que rufem os tambores, abram as cortinas e acendam as luzes, pois o espetáculo final vai começar. Assim como no circo, uma imensidão de fãs espalhados pelo mundo todo estarão atentos para ver o último capítulo profissional da história de Anderson Silva, um dos maiores lutadores de MMA de todos os tempos. O Spider, como é conhecido, sobe ao octógono neste sábado para enfrentar o jamaicano Uriah Hall, no UFC Vegas 12, naquela que promete ser a última luta da lenda brasileira nas artes mistas.

Depois de 22 anos de carreira no MMA, sendo 14 destinados ao UFC, Anderson Silva não foi capaz de vencer as dificuldades impostas pelo tempo. Aos 45 anos, o atleta já não vive o ápice de sua carreira há alguns anos. Por isso, o recordista de defesas de cinturão admite que chegou a hora de parar. "Eu me questionava bastante em relação a isso, mas chegou o momento. Não existe mais uma complacência entre as relações e me sinto um pouco fora do game. Então, é a hora de rever os conceitos do que vale a pena manter e deixar de lado o que não vale", disse, em entrevista à Globo.

Desde o início no MMA, lá em 1997, o Spider tem um cartel de 45 lutas, com 34 vitórias, 10 derrotas e uma luta sem resultado, devido a uma testagem positiva para o doping. No UFC, foram 24 lutas, com 17 vitórias, seis derrotas e a única que ficou sem definição. Anderson conquistou o cinturão do peso médio em 2006 e o manteve até 2013. Durante esse período, dominou toda a categoria de forma absoluta contra todos os adversários. Ninguém nunca conseguiu se manter no trono por tanto tempo.

As vitórias elevaram o patamar de Anderson, mas ele não era só isso. O Spider tinha uma maneira espetacular de atingir os adversários, de se esquivar dos golpes e encerrar as lutas quando quisesse, como fez com Forrest Griffin e Vitor Belfort. Por isso, o brasileiro foi personificado e alçado ao patamar de lenda, como aquele que deixa um legado para lutadores do passado, do presente e do futuro.

Adversário

O lutador de 45 anos encerra sua trajetória vitoriosa contra o jamaicano Uriah Hall, de 31 anos. O oponente é conhecido por ser muito perigoso, já que derrotou 11 adversários por nocaute em 15 lutas. Por outro lado, o atleta tem também um cartel que soma nove derrotas.

CARD PRINCIPAL (20h):

Peso-médio: Uriah Hall x Anderson Silva
Peso-pena: Bryce Mitchell x Andre Fili
Peso-médio: Kevin Holland x Charlie Ontiveros
Peso-pesado: Maurice Greene x Greg Hardy
Peso-leve: Bobby Green x Thiago Moisés

CARD PRELIMINAR (17h):

Peso-leve: Chris Gruetzemacher x Alexander Hernandez
Peso-galo: Adrian Yanez x Victor Rodriguez
Peso-médio: Sean Strickland x Jack Marshman
Peso-meio-médio: Cole Williams x Jason Witt
Peso-meio-pesado: Dustin Jacoby x Justin Ledet
Peso-mosca: Cortney Casey x Priscila Pedrita
Peso-galo: Miles Johns x Kevin Natividad

Comentários

Últimas notícias