SEGUNDONA

Náutico perde de virada para o CSA e fica na zona de rebaixamento da Série B

O Náutico chegou a animar seu torcedor ao sair na frente do CSA, mas levou a virada e perdeu por 3x1 na noite deste sábado (31), no estádio Rei Pelé, pela 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 31/10/2020 às 22:59
Notícia

CAIO FALCÃO/NÁUTICO
Náutico visitou o CSA no Rei Pelé neste sábado (31) pela Série B - FOTO: CAIO FALCÃO/NÁUTICO
Leitura:

O Náutico chegou a animar seu torcedor ao sair na frente do CSA, mas levou a virada e perdeu por 3x1 na noite deste sábado (31), no estádio Rei Pelé, pela 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Erick colocou o Timbu na frente logo aos sete minutos do primeiro tempo. Mas ainda na etapa inicial, o time alagoano marcou duas vezes, com Rafael Bilu e Yago. No segundo tempo, Rafinha ampliou para os donos da casa.

Veja o tempo real de CSA e Náutico

O resultado foi terrível para o time pernambucano. Com a derrota, o Náutico permanece na zona de rebaixamento para a Terceira Divisão - entrou na abertura da rodada, na sexta, com a vitória do Cruzeiro por 2x0 sobre o Paraná. O Timbu, que tem 18 jogos disputados, possui 19 pontos e está em 18º lugar. O primeiro time fora do Z-4 é o Cruzeiro, com 20 pontos e 1 jogo a mais que o Alvirrubro. O Figueirense (17º, também com 19 pontos e 18 jogos) joga na segunda-feira contra a Ponte Preta.

Já para o CSA a vitória foi muito importante. Em grande reação no campeonato, o time alagoano subiu para 28 pontos e entrou no G-4, ocupando a quarta colocação. Mas o time comandando pelo técnico Mozart, grande responsável pela recuperação da equipe, pode perder uma posição caso o Juventude (também com 28 pontos) vença o Guarani neste domingo.

O JOGO

O Náutico - que foi comandado pelo auxiliar técnico Juninho Lola, uma vez que o treinador Gilson Kleina foi diagnosticado com covid-19 -, entrou em campo com mudanças. Na defesa, Ronaldo Alves, recuperado de lesão no tendão de Aquiles, voltou à equipe e formou dupla com o garoto Carlão. Na lateral esquerda, Kevyn ganhou a preferência, com Willian Simões indo para a reserva. Hereda seguiu na direita e Jefferson no gol. No meio, jogaram Rhaldney, Jhonnatan e Jean Carlos. Na frente, Erick Kieza e Vinícius.

Nos primeiros minutos o Timbu observou o CSA ter maior domínio e construir mais jogadas. Aos poucos a partida tendeu para o equilíbrio. Tanto que aos sete minutos, o Náutico abriu o placar no Rei Pelé. No lance, Erick aproveitou cruzamento de Kevyn e balançou as redes. O gol sinalizou a esperança alvirrubra em deixar a zona de rebaixamento, mas em campo o time pouco produziu.

Aos 18, o CSA emplacou sequência de dois escanteios - a equipe teve mais sete cobranças ao longo do primeiro tempo - e o Timbu passou sufoco na marcação. Em um boa oportunidade, aos 22, Hereda cruzou em direção ao gol, mas Mateus Mendes defendeu o CSA. Kieza ainda tentou chegar, mas ficou travado na marcação alagoana.

Em resposta à investida alvirrubra, o Azulão teve chance clara aos 28, quando Paulo Sérgio tocou para Rafael Bilu, que mandou uma bomba por cima da meta do Timbu. Dois minutos depois o atacante do CSA não perdoou. Diego Renan cruzou e Bilu cabeceou para empatar o placar: 1x1. O Náutico perdeu espaço enquanto a equipe da casa se encontrou na partida. Após pressão seria quase inevitável o CSA não ampliar o marcador. O gol da virada aconteceu aos 48 com cabeceio de Yago.

A história do segundo tempo apresentou as duas equipes em situações opostas. O CSA buscou o terceiro gol aos sete minutos. No lance, Yago veio pela direita em velocidade, cruzou para Marquinhos, que perdeu o tempo da bola, mas conseguiu ajeitar para Rafinha, que balançou as redes e consolidou a vitória. O resto do jogo foi marcado boa parte pelo domínio dos donos da casa, salvo poucas chances desperdiçadas do Timbu. Uma delas foi aos 18 com Erick, que teve chute desviado pela marcação. O Náutico volta a campo na sexta, nos Aflitos, contra o Avaí.

Veja como foi a jornada esportiva do Escrete de Ouro no canal da Rádio Jornal no YouTube.

FICHA DO JOGO

CSA
Mateus Mendes; Diego Renan (Norberto), Cléberson, Luciano Castán e Rafinha; Marquinhos, Yago (Lucas Dias) e Pedro Lucas; Rafael Bilu (Andrigo), Paulo Sérgio (Nadson) e Rodrigo Pimpão (Victor Paraíba).
Técnico: Mozart.

NÁUTICO
Jefferson; Hereda (Yago Rocha), Ronaldo Alves, Carlão e Kevyn; Rhaldney (Paiva), Jhonnatan e Jean Carlos (Marcos Vinícius); Erick (Dadá), Vinícius (Álvaro) e Kieza.
Técnico: Juninho Lola (auxiliar).

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió, em Alagoas.

 

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias