SPO

Milan vence Sassuolo com gol mais rápido da história do Italiano

Com a vitória, o Milan manteve a liderança no campeonato

AFP
AFP
Publicado em 20/12/2020 às 16:31
Notícia

OLAF KRAAK / ANP / AFP
O atacante português do AC Milan Rafael Leão comemora depois de abrir o placar durante a partida de futebol da Série A italiana Sassuolo x AC Milan no estádio Mapei em Sassuolo. - FOTO: OLAF KRAAK / ANP / AFP
Leitura:

O Milan manteve a liderança no campeonato italiano ao vencer o Sassuolo (6º) por 2 a 1 fora de casa neste domingo, na 13ª rodada, enquanto a Inter de Milão (2ª) ficou um ponto atrás dos vizinhos ao derrotar em casa o Spezia (17º) pelo mesmo resultado.

» Leia tudo sobre o Milan

A partida do Milan também será lembrada por outro fato: o português Rafael Leão marcou o gol mais rápido da história da Serie A do Italiano, aos seis segundos.

"Este jogo foi crucial, tínhamos acabado de perder pontos e tínhamos que começar bem o mais rápido possível", disse Leão, de 21 anos, que iniciou como titular no ataque devido aos desfalques de Zlatan Ibrahimovic e Ante Rebic por lesão.

O atacante português balançou as redes do Sassuolo após um cruzamento do meia turco Hakan Calhanoglu, e quebrou o recorde que pertencia a Paolo Poggi (fez um gol pelo Piacenza sobre a Fiorentina no dia 2 de dezembro de 2001 após oito segundos de jogo).

Calhanoglu teve um gol anulado por impedimento aos 9 minutos, mas o segundo do time 'rossonero' veio aos 26 graças ao belga Alexis Saelemaekers, após uma assistência do francês Theo Hernández.

O Sassuolo diminuiu nos últimos instantes (89) com Domenico Berardi, mas o time não conseguiu evitar a derrota.

"Sempre repito aos meus jogadores que há momentos que valem mais do que outros e esta vitória vale muito, não só pela posição na classificação, mas também pela moral para o time", comemorou o treinador da equipa lombarda, Stefano Pioli.

O Milan, que vinha de dois empates nos últimos dois jogos, se reencontra com a vitória, soma 31 pontos e segue invicto nesta Serie A, com um ponto a mais que a Inter de Milão (2ª), que também venceu neste domingo, por 2 a 1 em casa contra o Spezia (17º).

O marroquino espanhol Achraf Hakimi abriu caminho para a vitória da Inter aos 52, após um passe do argentino Lautaro Martínez, e aos 71, o belga Romelu Lukaku converteu um pênalti.

Roberto Piccoli marcou o gol de honra para o Spezia, já nos acréscimos (90+4) mas não houve tempo para mais.

"Foi uma boa vitória, levando em conta que há um pouco de cansaço. É preciso cerrar os dentes para terminar bem" o ano de 2020, afirmou o treinador da Inter, Antonio Conte.

Lukaku persegue CR7

Lukaku é o segundo colocado com um total de 11 gols na artilharia, um atrás do líder, o português Cristiano Ronaldo (Juventus), que tem 12 gols após seus dois marcados no sábado na vitória por 4 a 0 sobre o Parma fora de casa.

A Juve, terceira colocada, havia posto pressão com essa vitória no sábado, mas Milan e Inter, com suas vitórias, conseguiram manter uma vantagem de 4 e 3 pontos, respectivamente, sobre os atuais campeões.

Ja o Genoa (19º) perdeu por 2 a 0 como visitante para o Benevento (12º) e segue em péssima situação na tabela.

Nas outras partidas do dia, houve empates entre times da metade de baixo da tabela. Torino (18º) e Bologna (14º) empataram em 1 a 1, mesmo resultado de Cagliari (13º) e Udinese (11º).

Últimas notícias