ESPECIAL COPA DO NORDESTE 2021

Em busca da pose perfeita: Relembre as finais pernambucanas na Copa do Nordeste

Com três títulos na conta, o Sport é o maior campeão de pernambuco na Copa do Nordeste. O Santa Cruz, campeão em 2016, foi o último do Estado a levantar a Orelhuda

TÚLIO FEITOSA E MARCOS LEANDRO
TÚLIO FEITOSA E MARCOS LEANDRO
Publicado em 27/02/2021 às 7:15
Notícia

Alexandre Gondim/JC Imagem
O Sport conquistou o tricampeonato da Copa do Nordeste em 2014 - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Ter seu time campeão da Copa do Nordeste enche de orgulho os torcedores da Região, que batem no peito quando veem a "Orelhuda" abrilhantando a sala de troféus dos respectivos clubes. Mas para isso, a jornada é longa e a caminhada árdua até a grande final para se ter a chance de levantar a taça do Nordestão.

Pernambuco detém quatro títulos da competição, sendo três do Sport (1994, 2000 e 2014) e um do Santa Cruz (2016). Ambos estão na edição de 2021, assim como o Salgueiro, atual campeão pernambucano.

NORDESTE DO SANTA

O último time local a levantar a Orelhuda foi o Santa Cruz. Em 2016, o Nordeste foi pintado de preto, branco e vermelho. Em dois jogos bem disputados contra o Campinense, o Santa venceu no Arruda por 2x1 e empatou por 1x1 no estádio Amigão, em Campina Grande. O detalhe é que o time paraibano vencia por 1x0 - gol de Rodrigão, que seria o artilheiro da competição com oito gols -, resultado que levaria a decisão para os pênaltis. Mas aos 33 minutos do 2º tempo, Arthur Caíque empatou o jogo e colocou seu nome na história do Santa Cruz. O tricolor, comandado por Milton Mendes, tinha também na equipe nomes como Grafite, Keno, João Paulo e Tiago Cardoso.

NORDESTE DO SPORT

Dois anos antes de o Santa Cruz conquistar a Copa do Nordeste, o Sport sagrava-se campeão pela terceira e última vez. Diante do bom time do Ceará, o Leão da Praça da Bandeira superou o alvinegro após uma vitória na Ilha do Retiro por 2x0 e um empate por 1x1 em um Castelão lindo, com 61 mil torcedores. Detalhe para os autores dos gols: Magno Alves para o Vozão e Neto Baiano para os rubro-negros. O Sport era treinado por Eduardo Baptista, que tinha no time Magrão, Durval e o lateral Patric, que voltou ao clube.

Acompanhe tudo sobre a cobertura da Copa do Nordeste com o Radar do NE10.

O Sport também orgulha-se de ter sido o primeiro campeão da Copa do Nordeste. Em 1994, o Leão derrotou o CRB nos pênaltis, 3x2, após 0x0 no tempo normal. Era a geração de Juninho Pernambucano, Chiquinho e do atacante Fábio, artilheiro do torneio como cinco gols. A competição foi toda disputada em Alagoas, nas cidades de Maceió, Arapiraca e Capela. Seis anos depois, em 2000, na decisão de rubro-negros entre Sport e Vitória, o Leão da Praça da Bandeira faturou a taça após dois empates por 2x2 - tinha feito a melhor campanha. Diante de 33 mil torcedores, Sangaletti fez o gol do empate na Ilha, que sacramentou o título do time comandado por Celso Roth e que tinha craques como Nildo e Adriano.

SURPRESAS

O maior vencedor do Nordestão é o Vitória, com quatro taças. O Bahia tem três, contra duas do Ceará e uma do Fortaleza. Porém, além desses tradicionais times, outras camisas surpreenderam e já faturaram o título.

Em 2013, ano que marcou a volta em definitivo do torneio, o Campinense derrotou o ASA de Arapiraca na final. Cinco anos depois, em 2018, foi a vez do Sampaio Corrêa desbancar o poderoso Bahia. O América-RN, em 1998, também já ganhou a competição.

Comentários

Últimas notícias