COPA AMÉRICA

Colômbia faz belo gol em jogada ensaida, vence Equador e cola no Brasil

Agora, colombianos e brasileiros estão com três pontos, mas os anfitriões seguem em primeiro porque venceram a Venezuela por 3 a 0

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 13/06/2021 às 23:44
Notícia
DOUGLAS MAGNO / AFP
GRUPO b Colômbia estreou na Copa América com vitória sobre o Equador, 1X0 - FOTO: DOUGLAS MAGNO / AFP
Leitura:

Uma bela jogada ensaiada, concluída com assistência de Borja e um golaço de Cardona, garantiu a vitória da Colômbia POR 1x0 na estreia da Copa América, em duelo com o Equador, neste domingo (13), na Arena Pantanal, em Cuiabá. Mesmo pressionada durante boa parte da partida, a seleção comandada por Reinaldo Rueda segurou o resultado e alcançou a pontuação do Brasil, líder do grupo B.

Agora, colombianos e brasileiros estão com três pontos, mas os anfitriões seguem em primeiro porque venceram a Venezuela por 3 a 0. Já o Equador, sem pontuar, dorme em quarto lugar e mantém a sina de resultados ruins em estreias na Copa América. Em 28 participações, a seleção equatoriana venceu apenas duas vezes na primeira rodada.

Comandado por Valencia, com boas jogadas pela ponta esquerda, o Equador começou o jogo mais ligado e conseguiu algumas investidas interessantes no campo de ataque, ainda que tenha deixado a desejar na hora de concluir as jogadas. A partir dos 15 minutos, entretanto, a Colômbia conseguiu frear o ímpeto adversário e equilibrou o jogo.

O equilíbrio, nesse caso, não significa que os dois times estavam ativos no ataque, criando lances de perigo, e sim que ambos protagonizavam um jogo muito duro, de muitos erros no meio de campo. Entre um e outro lance de mais vigor, a rede só foi balançada graças a uma bola parada aproveitada com muita inteligência, aos 45 minutos. Em um lance ensaiado, o camisa dez Cardona saiu tabelando, em vez de cruzar ou bater, e foi parar dentro da área para marcar, com assistência do ex-palmeirense Borja.

Após o intervalo, o Equador entrou em campo com a missão de pressionar o adversário e teve dificuldades, mas insistiu do jeito que deu, tanto que conseguiu obrigar grande defesa de Ospina aos sete minutos, após finalização de Estupiñán. Depois disso, a pressão continuou e os colombianos sofreram muito na saída de bola.

O problema do lado equatoriano era a insistência em cruzamentos para a área que não davam em nada. Estupiñán até voltou a colocar Ospina para trabalhar, aos 26 minutos. Fora isso, no entanto, o Equador não conseguiu converter a pressão em boas jogadas e saiu da Arena Pantanal derrotado pelo time de Reinaldo Rueda.

A Colômbia volta a campo na próxima quinta-feira, no Olímpico, onde enfrenta a Venezuela, pela segunda rodada. Já o Equador vai descansar no meio da semana e joga apenas no próximo domingo, também contra a Venezuela, no Engenhão. Isso porque os grupos da competição têm cinco participantes.

Comentários

Últimas notícias