entrevista

Memórias de Ouro do Escrete: Aroldo Costa, a voz por trás do ‘Maior Gol do Mundo’

Para o "O Maior Gol do Mundo", como também é conhecido Aroldo Costa, cada jogo merece ser narrado como uma experiência inesquecível para o torcedor

Larissa Alves
Larissa Alves
Publicado em 18/07/2021 às 10:00
Aroldo Costa narra Itabaiana x Santa Cruz na TV Jornal. Foto: Rafael Santos/Jornal do Commercio
Aroldo Costa narra Itabaiana x Santa Cruz na TV Jornal. Foto: Rafael Santos/Jornal do Commercio
Leitura:

Você já parou para pensar quantas coisas consegue fazer em pouco mais de 15 segundos? Você pode dançar o trecho preferido da sua música, responder uma mensagem, gravar um vídeo para redes sociais, mudar de canal algumas vezes e tantas outras coisas. Aroldo Costa, narrador e apresentador da Rádio e TV Jornal, consegue segurar o grito de gol durante, mais ou menos, este tempo em uma partida de futebol. Assim, ele leva até o ouvinte e telespectador a emoção de cada novo jogo. E foi por causa dos longos gritos de gol que ganhou a fama do “Maior Gol do Mundo”, como também é conhecido. Para ele, cada jogo merece ser narrado como uma experiência inesquecível para o torcedor.

"As pessoas que estão me ouvindo, que optaram por ouvir a transmissão comigo, fizeram uma escolha... Então, eu tenho que dar o meu melhor para elas. Quando eu pego um jogo, mesmo que seja um amistoso, como se diz, para mim é um jogão que eu tenho que transformar para o ouvinte", diz o integrante do Escrete de Ouro da Rádio Jornal a série “Memórias de Ouro do Escrete”, que você pode conferir nas plataformas digitais do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC), em vídeo e podcast.

O sonho de Aroldo Costa sempre foi ser narrador de futebol. Ele conta que quando era criança virava às madrugadas ouvindo rádio. “Quando eu tinha 8 ou 10 anos de idade, eu já ficava com o rádio do meu pai ouvindo. Às vezes, eu ia dormir três ou quatros horas da manhã ouvindo as emissoras. O sol aparecia e eu estava lá”, diz. A paixão pelo rádio foi notada por seu pai, que fez questão de levá-lo a uma emissora quando o apresentador era pequeno. “Um belo dia, ele me pegou pela mão e disse: vamos passear.. Daqui a pouco estávamos na porta da rádio e aí ele falou com a pessoa que estava lá e disse: 'ele gosta de rádio, ele queria conhecer a rádio'... Eu entrei no estúdio e foi maravilhoso, eu não tenho palavras para descrever a minha alegria de estar ali”, fala. Ele conta também que admirava tanto o trabalho dos narradores que, quando ia aos campos de futebol, ao invés de assistir o jogo, ficava olhando para as cabines de transmissão. “Eu não ficava olhando pro jogo, ficava olhando para as cabines, eu ficava olhando para os narradores... eu me recordo muito disso... Eu achava bonito o cara com microfone narrando e pensava: ‘isso é que é legal, isso é que bom fazer no futebol", brinca.

Confira a entrevista completa aqui:

Foi a paixão de Aroldo Costa pela mídia e comunicação que o levou até as ondas do rádio e, posteriormente, às câmeras de TV. “A minha história no rádio já tem 25 anos. Eu comecei muito jovem, com 15 anos de idade. Então, é uma história longa, né? Algumas gerações já estão me ouvindo. Garotos, os pais deles… muita gente já me ouve há um certo tempo”, conta. “O Maior Gol do Mundo” também relembrou das primeiras partidas que teve a oportunidade de narrar. “O jogo que eu me lembro, que narrei inteiro, que eu abri a jornada, narrei a partida... que foi um jogo valendo pra mim, mas não foi para eles, foi um amistoso entre o Sete de Setembro x Vitória, no Gigante do Agreste, em Garanhuns. Nesse jogo eu fui escalado e apareceu meu nome: narração Aroldo Costa”, diz. Ele também falou da emoção de narrar os jogos do Brasil em Copas do Mundo e relembrou do jogo mais marcante, até então, de sua carreira. “Toda Copa do Mundo pra mim é um momento de emoção, elas (as copas) são grandes momentos da minha carreira... A primeira vez que eu narrei um jogo do Brasil, em uma Copa do Mundo, foi em 2010, na África do Sul, Brasil x Coreia do Norte... Esse jogo mexe comigo, porque é justamente esse momento... uma vitória. Das narrações em Garanhuns, depois em Caruaru, buscando espaço... e chegar numa Copa do Mundo e ser escalado para ser o narrador, para comandar uma transmissão da seleção brasileira, numa copa, é um jogo que realmente mexe muito comigo", conta.

Acervo Pessoal
Aroldo Costa e Geraldo Freire em uma Copa do Mundo - Acervo Pessoal
Acervo Pessoal
Aroldo Costa em campo antes da transmissão de parida na Copa do Mundo - Acervo Pessoal
Acervo Pessoal
Copa do Mundo com parte da equipe da Rádio e TV Jornal - Acervo Pessoal
Acervo Pessoal
Aroldo Costa na Copa do Mundo - Acervo Pessoal

Por fim, Aroldo Costa também contou como surgiu o apelido de “Maior Gol do Mundo” e de como é sua relação com a Rádio Jornal. "Eu não inventei o slogan, tenho que dar nome às pessoas. Narrar com um gol longo, claro, a culpa é minha... Mas algumas pessoas me ajudaram a fazer isso: um ouvinte pernambucano da Rádio Jornal, que vive em Israel, mandou um gol que eu narrei para uma emissora local. Eles fizeram uma enquete para saber qual locutor tinha narrado o gol mais longo naquele fim de semana e eu venci... O ouvinte (Mário) deu essa notícia para mim e para Geraldo Freire... Geraldo ouviu a história e começou a colocar na primeira página (programa da Rádio Jornal) "Ouça a narração de Aroldo Costa, O Maior Gol do Mundo" e os pernambucanos gostaram... eu não tive como fugir disso", explica. Sobre a relação com a rádio, ele fala que sua história já se confunde com a da emissora. "Quando eu comecei, eu era ouvinte da Rádio Jornal. Na verdade, quando eu era garoto eu já ouvia a rádio jornal. Então, eu tenho uma relação com a Rádio Jornal que não é de ontem, é de muito tempo. Ou seja, uma relação afetuosa... A minha história já se confunde também com a Rádio Jornal", finaliza.

>> Adilson Couto: 10 anos de saudade do 'Grau 10 Internacional'

>> Náutico: Porteiro que se emocionou com narração de Aroldo Costa conhece radialista

>> Torcedor do Santa Cruz com deficiência visual se emociona ao encontrar Aroldo Costa

>> Aroldo Costa, o narrador do maior gol do mundo

Memórias de Ouro do Escrete

Esta é a primeira reportagem da série "Memórias de Ouro do Escrete". Nos próximos episódios, você vai conferir a trajetória de outros integrantes da equipe do Escrete de Ouro da Rádio Jornal

Comentários

Últimas notícias