Jogos Olímpicos

Técnico da seleção de futebol da África do Sul pede 'tratamento humano' nas Olimpíadas após casos de covid

O treinador disse que viu "pessoas fugindo" quando se depararam com sua equipe, depois que dois jogadores e um analista de vídeo testaram positivo para o coronavírus no domingo passado

AFP
AFP
Publicado em 23/07/2021 às 7:00
Notícia
PHILIP FONG / AFP
Tocha dos Jogos Olímpicos de Tóquio - FOTO: PHILIP FONG / AFP
Leitura:

O técnico da seleção olímpica de futebol da África do Sul, pediu "tratamento humano" e denunciou o "estigma" que seu time sofreu após ser afetado por casos positivos de covid-19 nos Jogos de Tóquio.

O treinador disse que viu "pessoas fugindo" quando se depararam com sua equipe, depois que dois jogadores e um analista de vídeo testaram positivo para o coronavírus no domingo passado, o que levou 21 pessoas consideradas contatos próximos a entrar em isolamento antes do início do torneio.

"Acho que há uma coisa que precisa ser falada, é a questão do estigma", disse Notoane.

"Muitas vezes, quando as pessoas se deparam com a gente, vemos que fogem (...) como se algo não estivesse bem (...) considero um pouco desrespeitoso", acrescentou após a derrota para o Japão (1-0) na quinta-feira, no primeiro dia do torneio olímpico masculino de futebol.

O treinador exigiu "tratamento humano" aos jogadores, que tiveram de ficar confinados nos quartos e faltar a dois treinos após serem considerados casos de contato próximo com infectados.

"Isto limitou a nossa preparação", insistiu, especificando que não era uma desculpa para justificar a derrota na estreia na competição.

"As regras são as regras", concluiu.

amk/gj/dj/dep/mcd/psr/lca

Últimas notícias