Atacante

Artilheiro da seleção brasileira, Matheus Cunha desencanta na Olimpíada de Tóquio

O nordestino abriu o placar para o Brasil contra a Arábia Saudita

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 28/07/2021 às 6:06
Notícia
AFP
Matheus Cunha marcou para o Brasil diante da Arábia Saudita - FOTO: AFP
Leitura:

O atacante Matheus Cunha abriu o placar para a seleção brasileira diante da Arábia Saudita, nesta quarta-feira, no último jogo da fase de grupos da Olimpíada de Tóquio. Ele ainda não tinha marcado com a camisa do Brasil no torneio. O jogador paraibano passou em branco na goleada por 4x2 em cima da Alemanha e no empate por 0x0 com a Costa do Marfim.

LEIA MAIS

Brasil bate a Arábia Saudita e avança para as quartas de final no futebol masculino na Olimpíada de Tóquio; veja imagens

Veja o horário e onde assistir aos brasileiros Caio Souza e Diogo Soares na final da ginástica artística na Olimpíada de Tóquio

Tóquio 2020: Simone Biles desiste de participar da final individual na ginástica artística

Marcus D'Almeida avança às oitavas do tiro com arco e faz história na Olimpíada

Olimpíada: Keno Marley vence chinês e segue na briga por medalha no boxe em Tóquio

Matheus Cunha é o artilheiro do Brasil nesse ciclo olímpico. Antes dos Jogos de Tóquio, ele marcou 18 gols. O atacante tem 22 anos, nasceu em João Pessoa, mas conviveu por muito tempo em Pernambuco. Filho de pernambucano, ele foi formado no CT Barão. 

Atualmente, Matheus Cunha é o centroavante do Hertha, da Alemanha. Antes, também no país alemão, ele tinha brilhado no Leipzig. No Brasil, ele jogou nas categorias de base do Coritiba e, ainda muito novo, foi jogar na Suíça. 

O nome de Matheus Cunha também é bastante cotado para a seleção principal do técnico Tite. Isso porque Gabriel Jesus e Roberto Firmino ainda não conseguiram se firmar na equipe. Assim, não estranhe se o atacante for promovido na Canarinho.  

AFP
Matheus Cunha é o artilheiro da seleção brasileira olímpica - FOTO:AFP
AFP
Matheus Cunha é o artilheiro da seleção brasileira olímpica - FOTO:AFP

Comentários

Últimas notícias