OLIMPÍADA

Abner Teixeira é derrotado por cubano, mas fica com o bronze no boxe em Tóquio

Abner Teixeira perdeu a semifinal na categoria peso pesado (até 91 kg), nesta terça-feira (3), para o cubano Julio La Cruz, por pontos. Como no boxe olímpico não tem decisão de terceiro lugar, Abner já tem o bronze assegurado.

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 03/08/2021 às 8:45
Notícia
Luis ROBAYO / POOL / AFP
Abner Teixeira (vermelho) perdeu a semifinal na categoria peso pesado (até 91 kg), nesta terça-feira (3), para o cubano Julio La Cruz, por pontos, e ficou com o bronze - FOTO: Luis ROBAYO / POOL / AFP
Leitura:

ESTADÃO CONTEÚDO

O boxeador Abner Teixeira perdeu a semifinal na categoria peso pesado (até 91 kg), nesta terça-feira (3), para o cubano Julio La Cruz, por pontos, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em decisão dividida dos jurados. Quatro apontaram o cubano como vencedor (três anotaram 30 a 27 e um 29 a 28), enquanto outro viu o brasileiro em vantagem (30 a 27). Como no boxe olímpico não tem decisão de terceiro lugar, Abner já tem o bronze assegurado.

Veja lista atualizada dos brasileiros que ganharam medalha nas Olimpíadas de Tóquio 2020

Horários Olimpíadas 2020: veja as partidas e disputas desta terça (3/8)

Abner começou bem a luta e até acertou forte direto na cabeça e no corpo do rival, mas, aos poucos, a experiência do cubano, ouro olímpico na Rio-2016, e quatro vezes campeão mundial nos meio-pesados, fez a diferença na disputa.

La Cruz soube encurtar a distância e foi mais preciso na troca de golpes. Abner teve problemas para acertar seus fortes cruzados, optou por ataques na cintura do rival, que não tiveram sucesso. O cubano baixou a guarda e ainda obteve vantagem importante no final dos três rounds disputados.

HISTÓRICO

O pódio de Abner é um dos oito do boxe brasileiro em Olimpíadas. Servílio de Oliveira foi bronze no México-1968, depois Esquiva Falcão, Yamaguchi Falcão e Adriana Araújo subiram no pódio em Londres-2012. Robson Conceição foi campeão na Rio-2016.

Em Tóquio, além de Abner, a peso leve Beatriz Ferreira e o peso médio Hebert Conceição também já têm bronze garantido e vão disputar a semifinal na quinta-feira (5).

"Eu estou muito triste. Treino para não perder, mas infelizmente aconteceu. Ele veio para uma luta mais truncada, mas eu me senti bem no combate. Não tem desculpa. Ele foi melhor e mereceu vencer. Carreira vai em frente. Eu tenho Mundial Militar na Rússia e o Mundial de Boxe na Bulgária", disse o boxeador para o SporTV, após a luta.

Comentários

Últimas notícias