REABILITAÇÃO

Volante fala em reabilitação do Náutico em cima da Ponte Preta: 'encarar como se fosse o último jogo'

De volta ao time titular após se recuperar da covid-19, Rhaldney quer ajudar o Timbu a quebrar sequência sem vitórias na Série B

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 12/10/2020 às 17:45
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Recuperado da covid-19, Rhaldney retorna ao time titular do Náutico - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Precisando desesperadamente da vitória para se afastar do Z-4 da Série B, o Náutico entra em campo logo mais, às 20h, no estádio dos Aflitos, reforçado para encarar a equipe da Ponte Preta. O técnico Gilson Kleina contará com os retornos do volante Rhaldney e do meia Jorge Henrique. Os dois desfalcaram o Timbu diante do Paraná e do América-MG, por terem sido testados positivos para a covid-19. Como ambos cumpriram o prazo estipulado no protocolo da CBF e já não possuem mais o vírus, estão liberados para a partida e devem iniciar na equipe titular.

O volante Rhaldney, por sinal, reconheceu a importância de voltar a vencer na competição para a equipe alvirrubra não ficar muita pra trás em relação ao pelotão da frente, que briga pelo acesso à Série A. "Temos de encarar esse jogo como se fosse o último. Sempre falo isso... Que cada jogo temos de pensar como uma decisão. Estamos há cinco jogos sem vencer, mas não podemos pensar só nisso, e sim trabalhar em cima dos nossos erros. Pensar o que deixamos de fazer. Trabalhamos bem e tenho certeza que vamos voltar a fazer grandes partidas, junto com os resultados, que são as vitórias. Se Deus quiser vamos dar esse passo contra a Ponte Preta, com todo respeito ao adversário, mas vamos brigar por nossos objetivo e entrar em campo com a cabeça firme para fazer um bom jogo", frisou o cabeça de área.

FOCO NA VITÓRIA

Atualmente na 15ª colocação, com 15 pontos, os alvirrubros somam um ponto a mais que o Figueirense, time que abre a zona do rebaixamento. "Importância de vencer tem de ser em todos os jogos, em casa ou fora. Um clube como o Náutico tem de brigar no topo da tabela. E, pra isso acontecer, temos de voltar a vencer. No futebol e na vida só é conhecido quem ganha. Por isso a importância de vencer contra a Ponte Preta. Se Deus quiser vamos dar esse primeiro passo. É procurar entrar focado e colocar em prática o que o professor nos passou", comentou Rhaldney.

O provável time do Náutico para encarar a Ponte Preta: Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Wilian Simões; Rhaldney, Jhonnatan, Jean Carlos e Jorge Henrique (Ruy); Erick (Thiago) e Kieza.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias