Campanha ruim do Timbu

Náutico vive seu segundo maior jejum de vitórias na Série B de pontos corridos

Alvirrubro vem caindo na tabela da competição e já acumula seis partidas sem vencer, sendo quatro derrotas e dois empates neste período e não balança as redes há cinco jogos

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 14/10/2020 às 8:48
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Neste recorte, Timbu só não possui números piores do que os de 2017, ano em que foi rebaixado - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A campanha do Náutico nesta Série B tem frustrado bastante o seu torcedor. Esperava-se que o time brigaria pelo G4, já que a montagem do elenco contou com o retorno de jogadores que marcaram seu nome na história do clube, como o atacante Kieza e o zagueiro Ronaldo Alves, além de destaques como os pontas Thiago e Erick e a permanência de peças importantes, tal qual o meia Jean Carlos. Porém, diferente disso, a equipe briga contra o rebaixamento e vai amargando sua segunda pior sequência sem vitórias na Segunda Divisão, desde que o sistema de pontos corridos foi implantado.

 

Ao todo, o Timbu vem de seis jogos sem vencer, sendo quatro derrotas e dois empates. Um dos agravantes deste momento é que a equipe não balança as redes adversárias há cinco partidas. Ao todo, sofreu sete gols e marcou um. Números que vão afundando o Náutico na tabela e o deixam cada vez mais distante do sonho de subir de divisão, tornando assim a luta real do Alvirrubro pela permanência. Pior que o momento atual, somente em 2017, quando o clube foi rebaixado para a Série C. Ao todo, o Timbu passou 11 duelos sem uma única vitória, tendo perdido nove e empatado duas. Um cenário que foi irreversível no restante daquela competição.

Antes disso, em três oportunidades o time passou por sequências de cinco jogos sem vencer na Segundona. Aconteceu nos anos de 2010, 2014 e 2015. Nos anos em que subiu para a Série A, 2006 e 2011, o máximo foi três e quatro partidas sem vitória, respectivamente. Ou seja, apenas reforçou que a regularidade é mais do que necessária para conquistar o acesso para a Primeira Divisão. Da maneira que as coisas vão, se requer um maior aproveitamento, o que, em consequência, requer um maior número de vitórias. Algo que o Náutico conquistou apenas três até o momento, com 15 partidas disputadas.

Piores sequências sem vitória do Náutico na Série B (pontos corridos)

2006: três jogos sem vencer - duas vezes - (2E e 1D; 1E e 2D);

2010: cinco jogos sem vencer - (1E e 4D);

2011: quatro jogos sem vencer - (3E e 1D);

2014: cinco jogos sem vencer - (2E e 3D);

2015: cinco jogos sem vencer - (2E e 3D);

2016: quatro jogos sem vencer - (2E e 2D);

2017: 11 jogos sem vencer - (2E e 9D);

2020: seis jogos sem vencer - (2E e 4D).

PODCAST

Acompanhe o na Cara do Gol, podcast da Rádio Jornal sobre o futebol pernambucano. No episódio desta semana, análise do péssimo momento do Náutico na Série B. Apresentação de Alexandre Costa, comentários de Lilian Fonseca, Antônio Gabriel e Marcos Leandro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias