Para restabelecer confiança

Em crise, Náutico pega lanterna Oeste-SP para tentar quebrar jejum de vitórias

Timbu está na 16ª colocação, beirando a zona de rebaixamento e, em processo de reformulação, Timbu mira voltar a vencer na Segundona

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 19/10/2020 às 21:48
Notícia

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Timbu não vence há seis jogos na competição e há cinco não marca gols - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

São seis jogos sem vencer. Uma crise paira nos Aflitos e o Náutico quer encerrá-la o quanto antes para que não aumente. Diante do lanterna da Série B, o Oeste-SP, uma boa chance. O duelo acontece nesta terça-feira (20), às 19h15, na Arena Barueri, em São Paulo. O adversário também vive em crise, com sete jogos sem vencer e técnico recém demitido. No lado alvirrubro da história, a equipe base que encarou a Ponte Preta deve ser mantida. Por outro lado, o foco se voltou para que o trabalho psicológico em cima deste jogo fosse o melhor possível, em busca de restabelecer a confiança do plantel.

“Quando a gente passa por um momento difícil como estamos passando, uma das coisas que a experiência me pede é para simplificar. Então a gente está tentando extrair o melhor de cada atleta nas suas características. A conversa é muito importante. Ora você faz uma conversa coletiva, ora faz uma individual. Porque nesse momento, tem jogadores que não altera, tem jogadores que crescem e jogadores que sentem, então estamos conhecendo esse grupo para saber de que forma vamos reagir. E a personalidade o jogador é muito importante de se saber neste momento. O fato de colocar mais pressão onde já existe pode haver um bloqueio do lado do atleta, e aí o desempenho é prejudicado. Nós precisamos do resultado, estamos tentando trabalhar desempenho com resultado”, afirmou o técnico Gilson Kleina.

Enquanto isso, o time do Náutico conta com o retorno do zagueiro Ronaldo Alves, após mais de sete meses longe dos gramados por conta de uma lesão no tendão de Aquiles. Recuperado e apto para jogar, ele pode figurar entre os titulares. A dúvida para esta partida se dá por Rafael Ribeiro, que tem uma ida encaminhada para o Fluminense. Contudo, pelas poucas opções do elenco disponíveis para a partida, ele pode permanecer no alvirrubro e somente ser negociado ao fim da Série B. Caso esta resolução aconteça, ele fica disponível para o jogo. O restante da linha defensiva permanece, tal qual o meio-campo. No ataque, apesar de contestados, Kieza e Erick devem seguir na titularidade.

PODCAST

No episódio dessa semana do na Cara do Gol, podcast da Rádio Jornal sobre o futebol pernambucano, a crise do Náutico foi debatida por Alexandre Costa, Aroldo Costa, Lilian Fonsêca e Marcos Leandro. O programa é transmitido ao vivo no YouTube da Rádio Jornal toda segunda-feira, a partir das 15h15.

Oeste-SP

O time paulista demitiu ontem o técnico Thiago Carpini após 20 dias no comando da equipe. Situação bastante delicada para o lanterna da competição, com apenas oito pontos. Quem assume o comando interinamente é o auxiliar Sérgio Alex.

Ficha do jogo

Oeste-SP

Luiz; Eder Sciola, Renan Fonseca, Matheus Dantas e Gustavo Salomão; Yuri, Caio Vinícius e Mazinho; Marlon, Wellinton e Bruno Lopes. Técnico: Sérgio Alex.


Náutico

Jefferson; Hereda, Ronaldo Alves (Rafael Ribeiro), Camutanga e Wilian Simões; Rhaldney, Jhonnatan, Jorge Henrique e Jean Carlos; Erick e Kieza (Paiva). Técnico: Gilson Kleina.

Local: Arena Barueri, em Barueri, São Paulo. Horário: 19h15. Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS). Assistentes: Mauricio Coelho Silva Penna e Luiza Naujorks Reis (ambos RS).

Confira os lances da derrota do Náutico contra o América-MG em vídeo produzido pelo canal de streaming Dazn:

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias