série b

Hélio dos Anjos destaca maior intensidade do Náutico, mas diz que ainda não está satisfeito

Náutico venceu por 2x0 o Guarani e encerrou sequência negativa na Série B

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 02/12/2020 às 8:30
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Hélio dos Anjos conquistou primeira vitória com o Náutico - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O treinador do Náutico, Hélio dos Anjos, conquistou a primeira vitória com o time alvirrubro diante do Guarani, na noite da terça-feira, nos Aflitos. Com o resultado por 2x0, o Timbu encerrou uma incômoda sequência negativa de mais de 40 dias sem vencer. Apesar do triunfo, o comandante alvirrubro disse que ainda não está satisfeito com a equipe em sua totalidade. Em entrevista coletiva após o jogo nos Aflitos, ele destacou que o grupo imprimiu maior intensidade, mas precisa melhorar na reta final da Série B.

Hélio dos Anjos falou das estatísticas em relação à intensidade dos últimos jogos. "A gente tem o departamento de fisiologia que me dá todos os dados e informações para eu saber se o time atingiu a intensidade que eu quero. Nos últimos cinco jogos fizemos uma média e no jogo contra o Juventude e nesse jogo melhoramos em 26% a nossa média de intensidade no jogo em relação aos outros quatro jogos anteriores. Isso foi colocando para o nosso grupo e tem que ser essa busca por intensidade de produção. Hoje baseado no feeling, na experiência que a gente tem, eu posso dizer que a intensidade atingiu condição muito positiva", comentou o treinador. Veja como foi a jornada esportiva da Rádio Jornal para Náutico 2x0 Guarani.

Vale lembrar que o Náutico continua na zona de rebaixamento, agora com 24 pontos, quatro a menos que o Cruzeiro, primeiro time fora da zona de queda. Pela situação delicada, Hélio dos Anjos fez questão de falar que ainda não está satisfeito e que o grupo precisa encontrar equilíbrio para sair do Z-4.

"Transição defensiva boa, transição ofensiva melhor ainda. Isso a gente tem como melhorar sim. Não vou dizer que chegamos ao patamar que quero, nós vamos melhorar sim. Agora o que nós temos é que ninguém levou nada. Foi um jogo de reinício de campeonato. Sabemos de tudo que precisamos . Eu não estou satisfeito. Acho que nós temos que atingir um certo equilíbrio e sonhar com a saída dessa posição incômoda", concluiu.

Comentários

Últimas notícias