Chance desperdiçada

Náutico vai mal, desperdiça oportunidade de deixar o Z4 e perde para Confiança

Sem Hélio dos Anjos na área técnica, Timbu sofreu mais uma vez diante do Dragão sergipano, que teve o atacante Reis como destaque da partida

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 04/01/2021 às 22:03
Notícia

LUIZ NETO/CONFIANÇA
Náutico foi mal na partida e não conseguiu pontuar fora de casa - FOTO: LUIZ NETO/CONFIANÇA
Leitura:

Uma partida bastante abaixo da evolução que vinha sendo apresentada nas últimas rodadas. Apático e apresentando algumas falhas defensivas, o Náutico não resistiu à pressão do Confiança e foi derrotado por 2x0 na Arena Batistão, Aracaju-SE. Mais uma vez, o algoz foi o atacante Reis. O mesmo jogador que marcou no triunfo sergipano nos Aflitos no primeiro turno. Ele fez o primeiro gol dos donos da casa e deu a assistência para o segundo.

Com a derrota, o Alvirrubro segue na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com 35 pontos. Enquanto isso, o Dragão chegou a 42 e praticamente se livrou do risco de rebaixamento. O próximo compromisso do Náutico será nesta sexta-feira (8), contra o Paraná, nos Aflitos, às 19h15.

O jogo

O duelo começou bastante complicado para o Náutico. O Confiança, vindo de cinco derrotas consecutivas na Série B, buscou o gol desde o início. Focando principalmente em investidas pelo lado esquerdo com o atacante Iago e na bola parada, o time azulino incomodou o Timbu e levou perigo logo aos três minutos. Em cobrança de falta, a bola desviou, chegou limpa para Matheus Mancini escorar e Anderson fez grande defesa com a perna esquerda, evitando o gol. Aos 10, o goleiro alvirrubro cortou mal uma cobrança de escanteio e Camutanga bloqueou o chute adversário no rebote.

O Náutico foi equilibrando a partida, com chegadas também na bola parada e jogadas pela esquerda, principalmente com Vinícius. Através dele que veio a primeira boa chance pernambucana. Aos 23 minutos, o ponta recebeu pela esquerda, cortou para o meio e bateu rasteiro. A bola desviou na defesa e acertou a rede pelo lado de fora, assustando o goleiro Rafael Santos. Aos 40, Anderson salvou o Timbu novamente. O volante Guilherme Castilho aproveitou rebote na entrada da área, bateu forte e o arqueiro fez bela defesa, espalmando para cima e defendendo em dois tempos.

Segundo tempo

A etapa final começou da mesma forma que a inicial: Confiança em cima. Porém, agora foi com muito mais pressão e o Náutico contribuiu com diversas falhas. Logo aos dois minutos, o atacante Reis tentou um cruzamento e acertou o travessão. Aos quatro, Rafael Ribeiro errou a saída de bola e deu um baita contra-ataque ao Dragão. Renan Gorne recebe dentro da área, livre, e Anderson fez linda defesa, salvando o Alvirrubro. Porém, o grande volume de jogo se refletiu em gol. Aos nove minutos, Reis foi lançado nas costas de Kevyn. Anderson chegou atrasado no lance e derrubou o ponta sergipano. O próprio Reis foi para a cobrança e bateu forte, no meio do gol, para abrir o placar.

O Náutico tentou responder aos 14, com Kieza. Jean Carlos cobrou falta para área e, entre os zagueiros, o K9 conseguiu cabecear na entrada da pequena área, mas a bola passou à direita da meta. Depois de muitas mudanças no time, o Timbu se tornou mais ofensivo para buscar o empate. Contudo, aumentou ainda mais os espaços dados ao adversário. Aos 26, Rafael Vila recebeu em profundidade, deixou Camutanga para trás, cortou Rafael Ribeiro mas mandou nas mãos de Anderson.

O Confiança se postou bem na defesa e buscou os contra-ataques para “matar” o jogo. O Náutico esbarrava na forte marcação e não conseguia furar o bloqueio. Somente aos 45, quando a assistente e o árbitro erraram ao assinalar falta pelo goleiro Rafael Santos ter tocado com a mão na bola fora da área, é que o Timbu conseguiu levar perigo. Dudu bateu a falta com força e o arqueiro azulino salvou. Na sequência do lance, Dudu tentou cavar um pênalti que o árbitro não assinalou. O lateral-direito Thiago Ennes, ex-Náutico, provocou o atacante e começou uma confusão generalizada, que culminou com as expulsões do ala do Confiança e do zagueiro Rafael Ribeiro. Ainda deu tempo do Dragão ampliar aos 52 minutos, depois de Reis puxar contra-ataque e tocar para Madison deslocar Anderson e ampliar.

Ficha do jogo

Confiança

Rafael Santos; Thiago Ennes, Luan, Matheus Mancini e Everton (Djalma Silva); Amaral (Madison), Guilherme Castilho e Serginho (Rafael Vila); Iago (Alexandre Tam), Reis e Renan Gorne. Técnico: Daniel Paulista.

Náutico

Anderson; Hereda (Dudu), Rafael Ribeiro, Camutanga e Kevyn; Rhaldney (Jorge Henrique), Djavan (Renan Foguinho) e Jean Carlos (Ruy); Bryan, Vinícius (Álvaro) e Kieza. Técnico: Marcelo Rocha.

Local: Estádio Batistão, em Aracaju-SE. Gols: Reis, aos 10’ do 2ºT, e Madison, aos 52' do 2ºT (CON). Cartões amarelos: Iago e Rafael Vila (CON); Hereda, Anderson e Kevyn (NAU). Cartões Vermelhos: Thiago Ennes (CON); Rafael Ribeiro (NAU). Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA). Assistentes: Helcio Araújo Neves e Bárbara Roberta Loiola (ambos do PA).

Comentários

Últimas notícias