Alterações

Camutanga avalia mudanças forçadas na defesa do Náutico para pegar o Paraná

Alvirrubro terá três defensores cumprindo suspensão nesta sexta-feira (8) e o setor será quase todo reformulado para o duelo

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 06/01/2021 às 21:27
Notícia

Alexandre Gondim/JC Imagem
Camutanga destacou empenho para superar desfalques - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Uma das principais dificuldades que o Náutico vai ter no duelo contra o Paraná, nesta sexta-feira (8), às 19h15, no estádio dos Aflitos, é o grande número de mudanças na defesa por suspensão. O Timbu perdeu os laterais Hereda e Kevyn, além do zagueiro Rafael Ribeiro. Com isso, a primeira linha de marcação vai ser praticamente toda reformulada, seguindo apenas com o zagueiro Camutanga. Ele, que vem sendo o capitão da equipe nas últimas partidas, destacou o peso das ausências, mas coloca a necessidade de buscar os três pontos acima de qualquer adversidade.

“Sabemos que os desfalques vão ter um peso grande para nós, mas temos um grande grupo e tenho certeza que aqueles que forem entrar vão suprir a necessidade de cada jogador desse que nós perdemos. É para isso que temos um grupo forte e quem entrar vai dar conta, até porque o Ronaldo (Alves) já vinha jogando comigo, teve que sair por causa de lesão e o Rafael (Ribeiro) veio muito bem. Agora, ele vai voltar e tenho certeza que não teremos muita dificuldade em relação a isso. Temos de pensar no nosso adversário, que é um jogo dificílimo e que a gente possa buscar esses três pontos para nos recolocar na briga e esperar os outros resultados para, quem sabe, nos tirar da zona de rebaixamento”, afirmou o defensor.

A dupla de zaga também mudará, consequentemente. Nas últimas quatro partidas, Camutanga jogou ao lado de Rafael Ribeiro. Com a expulsão do seu companheiro, Ronaldo Alves, que retornou de lesão na coxa contra o Confiança, será acionado novamente no time titular. O experiente zagueiro retorna sem o mesmo ritmo de jogo de antes, mas, para a sua dupla, as características individuais de Ronaldo são suficientes para ajudar a superar qualquer dificuldade imposta pelo tempo em que esteve inativo.

“Acredito que vamos ter um pouco de dificuldade, pois o Ronaldo está voltando de lesão, mas como ele é um cara experiente, um líder dentro de campo, e que já vínhamos jogando juntos, não vamos sentir tanto. Vinha numa sequência muito boa com o Rafael Ribeiro, mas, infelizmente, ele tomou um cartão vermelho. Vamos torcer para que o Ronaldo não sinta o tempo que ficou fora, pois sabemos da importância dele e que ele vai nos ajudar muito nesse jogo diante do Paraná”, encerrou.

Comentários

Últimas notícias