Respirou

Mesmo perdendo dois pênaltis, Náutico vira o placar e vence Paraná pela Série B

Kieza e Jean Carlos desperdiçaram as cobranças, mas o próprio K9 e Erick balançaram as redes para virar o jogo e sair com os três pontos

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 08/01/2021 às 21:12
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Timbu se recupera e mantém bom desempenho nos Aflitos desde a chegada de Hélio dos Anjos - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada às 23h30

Uma partida aguerrida, com raça e espírito de decisão que ela exigia. Teve sofrimento, mas a superação ao atuar bem de novo trouxe a vitória ao Náutico, que bateu o Paraná por 2x1 nos Aflitos. Mesmo tendo sofrido um gol no começo da primeira etapa e perdido dois pênaltis no jogo, o Timbu conseguiu conquistar a virada. 

Com isso, o alvirrubro chegou aos 38 pontos e deixou a zona de rebaixamento, mesmo com a rodada ainda em andamento. O Náutico agora é o 15º colocado e ultrapassou o Vitória (16º, com 37) e o Figueirense (17º, com 36), que empatou por 0x0 com o CSA também nesta sexta (8). Já o Paraná ficou com 33 pontos e está em 18º. O Vitória joga neste sábado (9), às 19h, contra o América-MG, em Belo Horizonte.


O jogo

A partida começou bastante truncada. Pela importância do duelo, Náutico e Paraná demonstravam ímpeto de buscar o resultado, mas em alguns momentos beirava o desespero, faltando um pouco mais de inteligência para colocar a bola no chão e trabalhá-la. Como os lances de perigo não vinham com jogadas trabalhadas, eles começaram a surgir através da bola parada. Foi assim que os visitantes abriram o placar. Aos 15 minutos, Renan Bressan cobrou falta para a área, a defesa alvirrubra cochilou e Hurtado, livre, se jogou para escorar a bola para a meta.

Precisando reverter o resultado, o Timbu tentou se impor como pode. A partida seguiu truncada, com várias faltas, umas até mais duras. Sem fluir direito, o chuveirinho buscando os atletas de ataque seguiu como tônica e, em um deles, Kieza foi derrubado por Phillipe Maia na grande área. Na cobrança, aos 33 minutos, o centroavante bateu mal e o goleiro Renan caiu no canto certo, espalmando para escanteio. Porém, a partida deu ao K9 a oportunidade de se redimir. Depois de recuperar a posse de bola no ataque, Bryan tocou para o centroavante alvirrubro no lado direito da grande área. Kieza encheu o pé e empatou aos 37.

Segundo tempo

Na mesma pegada, com várias faltas e lances mais ríspidos, Náutico e Paraná mostraram disposição para buscar a virada. Só que o Alvirrubro voltou melhor. Aos sete minutos, Kieza recebeu na linha de fundo e cruzou rasteiro para o meio da área. Vinícius dominou e bateu cruzado para grande defesa do goleiro curitibano. Pressionando, o Timbu sofreu mais um pênalti. Kieza foi lançado nas costas da defesa, invadiu a área e foi derrubado por Fabrício. Desta vez, Jean Carlos pegou a bola para bater, mas a estrela de Renan brilhou novamente. Aos 11, o arqueiro caiu no canto esquerdo e espalmou o chute forte do meia.

O Náutico não se abalou por ter perdido outra penalidade. Manteve a pressão, a intensidade, e a virada aconteceu. Era questão de tempo. Aos 18, Vinícius fez grande jogada pelo lado esquerdo e cruzou para trás. Erick, livre de marcação, dominou e colocou no ângulo de Renan. Mesmo com a vantagem, o Alvirrubro não mudou a postura. Manteve a pressão no campo de ataque, dificultando a saída de bola do adversário. Bem postado, o Náutico se manteve bem, controlando a partida, sem sofrer grandes sustos. Assim seguiu para se recuperar na competição, somando mais três pontos e mantendo a boa fase nos Aflitos.

Ficha do jogo

Náutico

Anderson; Bryan, Carlão, Camutanga e Igor Miranda (Renan Foguinho); Rhaldney, Matheus Trindade (Jhonnatan) e Jean Carlos; Erick (Jorge Henrique), Vinícius (Marcos Vinícius) e Kieza. Técnico: Marcelo Rocha.

Paraná

Renan; Phillipe Maia, Hurtado (Juninho), Fabrício e Gabriel Pires (Guilherme Biteco); Higor Meritão, Thiago Alves (Gabriel Kazu) e Renan Bressan; Andrew, Bruno Lopes (Bruno Gomes) e Andrey (Jean Victor). Técnico: Márcio Coelho.

Local: Estádio dos Aflitos. Gols: Kieza, aos 37’ do 1ºT, Erick, aos 18’ do 2ºT (NAU); Hurtado, aos 15’ do 1ºT (PAR). Cartões Amarelos: Bryan, Rhaldney, Erick e Marcos Vinícius (NAU); Phillipe Maia, Gabriel Pires, Hurtado e Renan (PAR). Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO). Assistentes: Fábio Pereira e Fernando Gomes da Silva (ambos TO).

Comentários

Últimas notícias