BRONCA COM ARBITRAGEM

Hélio dos Anjos diz que arbitragem de Salgueiro x Náutico 'foi ridícula'

Árbitro Gilberto Castro Júnior expulsou o técnico Hélio dos Anjos e treinador não comanda o Náutico à beira do campo no duelo contra o Retrô

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 08/04/2021 às 13:28
Notícia
TIAGO CALDAS/ NÁUTICO
Hélio dos Anjos ficou na bronca com a arbitragem - FOTO: TIAGO CALDAS/ NÁUTICO
Leitura:

O técnico Hélio dos Anjos não poupou críticas ao árbitro Gilberto Castro Júnior, que apitou a partida entre Salgueiro e Náutico - que terminou 3x2 para o Timbu - e expulsou o treinador alvirrubro. Sem papas na língua, o comandante afirmou que a arbitragem do jogo foi ridícula. Entre as críticas feitas por Hélio, as principais foram direcionadas a não expulsão do zagueiro Elenilson, do Salgueiro, que fez o pênalti em cima de Kieza, e também ao cartão vermelho aplicado ao zagueiro Camutanga, que assim como Hélio dos Anjos foi expulso na partida. A dupla, inclusive, está fora do jogo contra o Retrô, no próximo domingo, pelo Campeonato Pernambucano.

"Foi uma arbitragem ridícula. Agora sei porque esse árbitro acabou com o jogo Londrina x Ypiranga-RS (na Série C). Ele não expulsou o jogador do Salgueiro no pênalti do Kieza e expulsou Camutanga em um lance que a bola iria para a linha de fundo. O treinador do Salgueiro foi pressionar meu jogador e eu não aceitei, a comissão deles pressionava o tempo todo. Por isso ele (o juiz) não apitou mais depois de Londrina x Ypiranga-RS", disparou Hélio dos Anjos.

Hélio dos Anjos também pediu desculpas a torcida do Náutico por ter sido expulso, mas destacou mais uma vez que a arbitragem de Gilberto Castro Júnior tinha sido ridícula, questionando a falta de critérios do juiz. "Ele não deu nem amarelo para o técnico do Salgueiro. Por isso eu fui na confusão porque eu não intimido jogador de ninguém e ele foi intimidar meus jogadores. Ele tirou o Ypiranga da disputa na Série C, a confusão que ele fez naquele jogo foi brincadeira. Não tem equilíbrio", completou o técnico Hélio dos Anjos.

Sobre campo e bola, o técnico alvirrubro valorizou a atuação do Náutico no primeiro tempo, definindo a performance como fulminante. No entanto, alertou para a desatenção da equipe nos dois gols do Salgueiro. Apesar dos erros, o Timbu saiu vitorioso graças ao pênalti convertido por Kieza, já na reta final da partida e que sacramentou a vitória alvirrubra, no que Hélio dos Anjos definiu como a virtude da superação. Com o resultado, o Alvirrubro se manteve 100% no Campeonato Pernambucano e absoluto na liderança do Estadual 2021, com uma campanha irretocável: cinco jogos e cinco vitórias.

“Erramos muito nos dois gols. Deixamos entrar por dentro, perdemos a bola facilmente e nem fizemos a marcação frontal e nem lateral, ficamos desequilibrados. No segundo gol, falhamos porque deixamos a segunda bola morta. Mas o primeiro tempo nosso foi fulminante, cumprindo o que foi combinado com pressão alta e neutralizando a saída de três do adversário. Criamos situações e isso foi positivo. A questão do modelo de jogo, independentemente do local da partida, temos de entrar assim. No final, veio a virtude da superação", finalizou o treinador alvirrubro.

Com 15 pontos conquistados e 100% de aproveitamento, o Náutico já volta a campo no próximo domingo (11). Na Arena de Pernambuco, o Timbu enfrenta o Retrô, às 16h, buscando manter a invencibilidade e o bom momento no Campeonato Pernambucano.

Comentários

Últimas notícias