Sem dinheiro

Léo Moura, do Botafogo-PB, foi oferecido mas Santa Cruz não podia pagar, diz Itamar Schulle

Técnico coral contou que o lateral de 41 anos poderia ter vindo para o Tricolor, mas clube não tinha condições para pagar os valores pedidos pelo atleta

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 11/03/2020 às 19:41
Notícia
Leo Moura voltou a ter atuação sem brilho, pelo Santa Cruz. Numa noite em que a equipe toda jogou mal. Foto: André Nery/JC Imagem
Leo Moura voltou a ter atuação sem brilho, pelo Santa Cruz. Numa noite em que a equipe toda jogou mal. Foto: André Nery/JC Imagem
Leitura:

Atualmente no Botafogo-PB, o lateral-direito Léo Moura fez parte de uma equipe que escreveu história no Santa Cruz, ao conquistar a Copa do Nordeste de 2016. Nesta temporada, ele reforçou o clube paraibano e é tratado como a maior contratação do Belo em 2020. Porém, o técnico coral revelou um fato: o experiente jogador foi oferecido ao Tricolor no começo do ano. Porém, por questões financeiras, não foi possível concretizar o acerto com ele.

“O Léo Moura foi oferecido aqui antes do Botafogo-PB, mas a condição não deu para trazer. Tínhamos uma lista de seis nomes para trazer e a condição financeira não deu. Às vezes, as pessoas me perguntam na rua se vão vir reforços, e eu pergunto se vai ter alguém para pagar os reforços. O Santa Cruz não está podendo contratar pela parte financeira. Se contratar e estourar o orçamento, não paga. Então, o que a gente faz?”, comentou o técnico.

NOMES CONHECIDOS

Itamar Schulle comandou no Botafogo-PB em 2016 e 2017 e conhece jogadores que estão lá, seja por ter trabalhado com ele lá, ou em outros clubes. Ele destacou o conhecimento que tem por esses atletas e tem consciência do potencial que podem entregar ao clube paraibano. Por isso, sabe o cuidado que precisa ter para buscar a vitória no Arruda.

“É uma equipe em que vários atletas trabalharam comigo. Juninho, Fred, me recordo de alguns que já trabalharam comigo e não foi só uma vez. Foi em alguns outros clubes. O próprio Fred, capitão, trabalhou comigo no Novo Hamburgo-RS, no Operário-PR. É uma equipe que, no individual, tem muito jogadores de qualidade técnica, com jogadores muito experientes, como o próprio Léo Moura. Há uma diferença de investimento também no Botafogo (com relação ao Santa Cruz)”, completou.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias