MANDO DE CAMPO

Santa Cruz aguarda STJD decidir se clássico contra o Náutico será no Arruda ou Arena de Pernambuco

Santa Cruz enfrenta o Náutico às 21h30 desta quarta-feira, em um duelo válido pela semifinal do Campeonato Pernambucano

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 29/07/2020 às 13:29
Notícia

Rafael Melo/Santa Cruz
Santa Cruz enfrenta o Náutico na semifinal do Campeonato Pernambucano - FOTO: Rafael Melo/Santa Cruz
Leitura:

Faltando menos de dez horas para o início do clássico entre Santa Cruz x Náutico, o local da partida ainda pode ser alterado. Previsto para acontecer na Arena de Pernambuco, o Clássico das Emoções ainda tem chance de ser deslocado para o Arruda, fazendo valer o mando de campo conquistado pelo Tricolor na primeira fase do Estadual. A informação foi confirmada pela advogada da Cobra Coral no Rio de Janeiro, Patrícia Moreira Saleão, em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal. Ela explica todas as ações feitas pelo Tricolor desde a última segunda-feira (27).

"O Santa Cruz impetrou um mandado de garantia, que na justiça comum é semelhante à um mandado de segurança, mas na justiça desportiva ele recebe o nome de mandado de garantia, contra um ato praticado pelo diretor de competições da Federação. Na segunda-feira (27), foi divulgada uma atualização da tabela de jogos, que informava que o Santa Cruz enfrentava o Náutico na Arena de Pernambuco e não no estádio do Arruda. Inconformado com essa decisão, o Santa Cruz entende que a Federação através da diretoria de competições tomou uma decisão contrária ao que está previsto no regulamento específico da competição, no artigo 13, com relação ao mando de campo nessa fase da competição", explicou Patrícia

"E o Santa Cruz alega que o estádio está com as perfeitas condições para receber a partida, seguindo todos os protocolos impostos pelas secretárias de saúde e, principalmente, porque os jogos estão sendo realizados sem torcida. Ao impetrar esse mandado de garantia, o Santa Cruz solicitou uma liminar que requeria que a tabela fosse republicada e a partida seja realizada no Arruda. O presidente do TJD-PE recebe o mandado de garantia e não concede à liminar. Inconformado com essa decisão, nessa terça (28) o Santa Cruz impôs um recurso involuntário que foi encaminhado pelo TJD-PE ao STJD. Vamos tentar acompanhar para ver se conseguiremos obter uma concessão liminar do presidente do STJD", finalizou a advogada.

LEIA MAIS

> Apesar de laudo reprovado, Arruda pode receber Santa Cruz x Náutico na semifinal do Pernambucano

> "A gente espera que a Justiça seja feita", diz presidente do Santa Cruz sobre decisão do Pernambucano

> Carrasco: com a camisa do Santa Cruz, Pipico marcou quatro vezes contra o Náutico

ENTENDA O CASO

Como foi o líder da primeira fase do Estadual de forma isolada e invicta, o Santa Cruz tem o direito de jogar a semifinal, que é em jogo único, no Arruda. No entanto, de acordo com o protocolo emitido pela FPF para a volta do futebol após a paralisação por conta da pandemia do coronavírus, o comunicado prevê as fases finais do Estadual sejam na Arena de Pernambuco, com a justificativa de evitar aglomerações, como aconteceram nos jogos das quartas de final. Só que aí existe um porém: o Salgueiro, que foi o 2º na fase inicial, deve jogar a semifinal no Cornélio de Barros, em Salgueiro. Portanto, já que o Salgueiro vai ter o seu direito exercido de mando de campo na semifinal, o Santa Cruz também quer fazer o mesmo.

O repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, entrou em contato com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, para saber sobre o assunto. O mandatário da FPF disse que levar os jogos do mata-mata para a Arena de Pernambuco é uma questão técnica, um acordo da entidade com o Governo do Estado, que inclui a partida (Santa Cruz x Náutico) no estádio que foi um dos palcos da Copa do Mundo de 2014.

E que essa decisão não é para beneficiar algum clube, mas sim para um controle de torcidas. A reportagem da Rádio Jornal questionou sobre o clássico entre Sport x Santa Cruz, que aconteceu na Ilha do Retiro, e não foi transferido para a Arena de Pernambuco. Segundo o mandatário da FPF, era uma partida com menor apelo.Caso o STJD conceda à liminar ao Santa Cruz, a partida vai para o Arruda.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias