NA BRONCA

'A arbitragem decidiu o título', esbraveja técnico do Santa Cruz

Tricolor teve gol de Jeremias mal anulado ainda no primeiro tempo e acabou sendo eliminado nos pênaltis

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 06/08/2020 às 1:10
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Jogo entre os times de futebol do Santa Cruz X Salgueiro valido pela final do campeonato pernambucano e futebol A1, realizado no estádio do Arruda em Recife, Pernambuco. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Lamentação e bronca com a arbitragem. Essa foi a tônica do pronunciamento de Itamar Schulle (os repórteres não tiveram a oportunidade de fazer perguntas através da assessoria). Bastante chateado com o gol anulado de Jeremias, o treinador do Santa Cruz não poupou críticas ao trio que comandou a final do Campeonato Pernambucano.

"Hoje (ontem) fomos prejudicados e a arbitragem decidiu o título. Gol legítimo, jogada bem feita que fizemos e o bandeira anulou o gol. Ele decidiu o título Pernambucano. Prejudicou o trabalho de várias pessoas, que se dedicam tanto... Direção, Funcionários e todos nós. Tínhamos de fazer um gol e fizemos, mas a arbitragem anulou um gol legítimo e decidiu o título", esbravejou o técnico Itamar Schulle.

Outro lance que deixou o comandante tricolor bastante irritado foi com relação a falta dura sofrida por Jeremias, na entrada da área, no primeiro tempo, que o árbitro sequer mostrou o amarelo para o volante Bruno Sena (no decorrer da partida levou amarelo e, se já tivesse amarelado, seria expulso). "Depois da jogada de Jeremias, que pararam ele com falta, o árbitro nem deu amarelo para o jogador. A arbitragem tem sido má com o Santa Cruz. Me doe porque hoje seria mais um título inédito e eles (arbitragem) fizeram a diferença", lamentou Schulle. "Jogamos contra uma equipe forte, bem defensivamente, mas tivemos chances, conclusões em gol, bons passes... Tentamos fazer o possível. Mesmo com tudo isso, com as trocas, não conseguimos. Mas o grupo está de parabéns e se nos momentos bons eu abracei os jogadores, nos momentos ruins também os abracei e vou continuar abraçando", concluiu.

O zagueiro Danny Morais foi outro que falou após a eliminação tricolor. "Sentimento ruim. Batalhamos muito, fizemos a melhor campanha, mas infelizmente não conseguimos no tempo normal, tivemos um gol mal anulado e, mais uma vez nos pênaltis, saímos. Muito ruim perder, mas temos de sair com a cabeça erguida porque tem muita coisa pela frente", frisou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias