FORÇA DEFENSIVA

Danny enaltece qualidade dos zagueiros do Santa Cruz: 'todos mantém um alto nível'

Mesmo com alta rotatividade do sistema defensivo, a equipe tricolor tem a quarta melhor defesa da Série C

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 16/10/2020 às 8:03
Notícia

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Santa Cruz é o líder da Série C do Brasileiro - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Leitura:

Quarta melhor defesa dentre os 20 clubes da Série C, sofrendo nove gols em dez jogos (menos de um gol por partida), o Santa Cruz tem mostrando tem um sistema defensivo bastante qualificado; principalmente, entre os zagueiros. Mesmo com a constante rotatividade entre os defensores - seja por lesão ou suspensão -, no nível de marcação e eficiência não cai. Se mantém elevado. Isso quem garante é o capitão tricolor.

Titular em nove das dez partidas disputadas pela equipe coral na Terceirona, Danny Morais já teve a oportunidade de atuar ao lado de William Alves, Elivelton, Denilson e, na última partida, contra o Paysandu, com Célio Santos. E enalteceu a parceria. "Nós só tínhamos jogado juntos com um trio na zaga. Nesse último jogo foi o primeiro com nós dois dentro da linha de quatro. Todos os atletas dessa posição (zaga) tem muita qualidade e cada um tem uma característica individual que soma-se ao grupo. Acho que é um problema bom pro professor resolver. Importante porque todos mantém um alto nível... Denilson, Elivelton, Célio, William e eu estivemos jogando por muito tempo e conseguimos manter a qualidade", destacou Danny.

MAIS OFENSIVO

Com a chegada de Marcelo Martelotte, o Santa Cruz ficou uma equipe mais ofensiva e, consequentemente, mais vulnerável. O que requer mais atenção defensiva. "Com a nossa mudança de comando, demos mais liberdade para a equipe. Mudamos o nosso jeito de jogar e, automaticamente, nos expomos mais. Mas pra conseguirmos os resultados expressivos, temos de criar jogadas. E, na minha opinião, estamos conseguir traduzir isso em números de gols. É buscar esse equilíbrio. Vamos sofrer algumas vezes, mas o importante é termos opções. Nos dedicarmos lá atrás e, na frente, ter plantel que jogue junto também. Porque quando a gente não tomava muitos gols, o ataque era responsável também por isso. E quando fazemos muitos gols, a criação e iniciação das jogadas também faz parte da defesa também. Temos de tratar como um todo", explicou o capitão tricolor.

O Santa Cruz treina na manhã desta sexta-feira (16), no Arruda, com a delegação segue viagem para Campina Grande no período da tarde. A partida contra o Treze-PB acontece no sábado (17), às 19h, no estádio Amigão.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias