SÉRIE C

Embalados na Série C, Santa Cruz e Treze duelam em Campina Grande

Enquanto o Tricolor do Arruda não perde há cinco rodadas, o time paraibano não é derrotado há sete partidas

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 16/10/2020 às 22:46
Notícia

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
11.10.2020 - JOGO - Santa Cruz x Payssandy - Partida pelo brasileiro da Série C no estádio do Arruda- PE. Fotos: Brenda Alcântara/JC Imagem - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Leitura:

Mais uma oportunidade de abrir vantagem para o quinto colocado. Pela segunda rodada consecutiva, o Santa Cruz vai medir forças com a primeira equipe fora do G-4 do Grupo A da Série C e, com isso poderá mais uma vez abrir vantagem e encaminhar a sua classificação para a segunda fase da competição. Dessa vez, o Tricolor (1º, com 21 pontos) encara o Treze-PB, neste sábado, às 19h, no estádio Amigão, em Campina Grande, pela 11ª rodada da Terceirona, e se vencer abre 11 pontos da equipe paraibana.

Entretanto, se engana que o duelo será tranquilo para o líder da chave. A equipe coral que, apesar de estar invicta há cinco rodadas (três vitórias e dois empates), vai encarar o Treze embalado com sete partidas de invencibilidade (três vitórias e quatro empates). "A gente busca muitas informações e respeitamos o nosso adversário. Observamos o que ele está fazendo na competição. O Treze tem crescido e vem numa sequência positiva. Vem de vitórias (três consecutivas). Analisamos a equipe deles e a estratégia utilizada será a que treinamos sempre, que é de uma maneira que entendo que nos aproxima do resultado de uma vitória, que é colocar a nossa característica que temos de melhor, nos impor no jogo, mesmo entendendo o bom momento do nosso adversário", explicou Marcelo Martelotte.

Além da boa sequência da equipe paraibana, o treinador coral também enxerga como maior dificuldade o fato de o Santa Cruz ser o time mais visado do Grupo A da Série C, por estar na liderança. "Já percebemos isso. O Santa está em primeiro desde o começo da competição. Já há algumas rodadas que sentimos dificuldades nesse sentido... De os adversários nos jogos contra nós entrar em campo com mais vontade. Ao mesmo tempo estamos dando respostas positivas em meio as dificuldades e, quando isso acontece, o nosso nível acaba aumentando também. Por isso que trabalhamos essa questão de maior concentração. De fazer uma preparação bem feita para o jogo para enfrentar todo tipo de dificuldade", contou.

Para o confronto diante do Treze, Martelotte terá à disposição peças importantes, como o zagueiro William Alves, o volante Paulinho e o meia Chiquinho. Contudo, apesar de os três estarem 100% clinicamente, ainda carecem de um melhor condicionamento físico. Com isso, a tendência, é que eles iniciem o confronto no banco de reservas. "É satisfatório termos alguns jogadores de volta, o que deixa o departamento médico praticamente zerado e podendo trabalhar com o grupo em quase sua totalidade. Dessa maneira ficamos mais fortes. Pensamos no jogo a jogo e vamos procurar observar o melhor para esse jogo contra o Treze, se faremos modificação ou manteremos o time que venceu no último jogo", explicou o treinador coral.

Novidade mesmo o Santa Cruz terá na sua meta. Com o titular Maycon Cleiton e o reserva Luiz Fernando testados positivos para a covid-19, Marcelo Martelotte será obrigado a escalar o recém-chegado Jordan.

ALAS

Nos minutos finais da partida contra o Paysandu, na última rodada, o técnico tricolor testou um esquema com dois laterais-esquerdos: Peri na linha de quatro defensiva, enquanto que Leonan ficou posicionado mais à frente, para atacar pelos lados. Agora, a tendência, diante do Treze, é que essa dobradinha aconteça desde o início da partida.

Ficha técnica

TREZE-PB

Andrey; Gustavo, Ítalo, Jairo e Nilson Júnior; Robson, Vinícius Barba e Douglas Packer; Douglas Lima, Bruno Mota e Gilvan.
Técnico: Márcio Fernandes.
Esquema: 4-3-3.

SANTA CRUZ

Jordan; Toty, Danny Morais, Célio Santos e Peri; Bileu, André e Didira, Leonan, Lourenço e Pipico.
Técnico: Marcelo Martelotte.
Esquema: 4-3-3.

Local: estádio Amigão, em Campina Grande (PB).
Horário: 19h.
Árbitro: José Henrique de Azevedo Junior (MA).
Assistentes: Djavan Costa da Silva e Raphael Max Borges Pereira (ambos do MA).

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias