LUTA PELO ACESSO

Marcado pelo equilíbrio, grupo do Santa Cruz na Série C promete fortes emoções até a última rodada

Com cinco pontos, o Santa Cruz está na terceira posição do grupo

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 04/01/2021 às 12:45
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Tricolor precisa de quatro pontos nas próximas rodadas para conquistar a classificação sem depender de ninguém. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O Grupo C é um mar de emoções. Marcado pelo equilíbrio, as rodadas vão mostrando o quanto é difícil cravar quem vai conquistar o acesso à Série B. Com cinco pontos, o Santa Cruz está na terceira posição do grupo. A boa notícia, no entanto, é que o Tricolor depende apenas de si para conseguir esta vaga na Segunda Divisão. Para isso, a Cobra Coral precisa conquistar quatro pontos nas próximas duas rodadas da competição, diante de Vila Nova (fora de casa) e do Brusque (no Arruda). Se empatar uma e vencer a outra, seja lá qual for a ordem, está garantido na Série B.

No próximo sábado, o Tricolor enfrenta o Vila Nova, fora de casa. Se vencer, o Santa Cruz chega aos oito pontos, deixa a equipe goiana com quatro e dá um passo enorme para a classificação. No melhor dos mundos para o Tricolor, a Cobra Coral vence o Vila Nova, e o Brusque, que joga em casa, derrota o Ituano. Desta forma, ficaria Brusque com nove pontos e o Santa Cruz com oito, com as duas equipes jogando pelo empate na última rodada, onde se enfrentam no Arruda.

ACOMPANHE A SÉRIE C NO DAZN

E SE O SANTA CRUZ PERDER PARA O VILA NOVA?

Numa eventual derrota do Santa Cruz para o Vila Nova, a situação fica complicada, mas não é desesperadora - desde que o Tricolor faça a sua parte e vença o Brusque na última rodada, claro. O ruim desse cenário é que, em caso de derrota diante do Vila Nova, a Cobra Coral não dependeria apenas de si mesmo para conquistar o acesso à Série B, mas mesmo assim ainda teria boas chances de se classificar com oito pontos caso vença o Brusque.

Se perder do Vila Nova e vencer o Brusque, o Santa Cruz chega aos oito pontos. O melhor cenário para o Tricolor conquistar uma vaga na Série B mesmo perdendo seu jogo no próximo sábado tem a seguinte configuração: empate entre Ituano e Brusque (que se enfrentam na próxima segunda), combinado com uma vitória da Cobra Coral diante do Brusque, na última rodada do quadrangular. Desta forma, o Tricolor consegue o acesso à Série B.

Em caso de vitória do Brusque diante do Ituano, aí o Santa Cruz precisaria triunfar diante do Brusque (já classificado) na última rodada e, além disso, ficar na frente do Ituano ou Vila Nova - que se enfrentam na última rodada - nos critérios de desempates. A equipe paulista ficaria empatada com o Tricolor caso vença os goianos, enquanto o Vila ficaria com o mesmo número de pontos caso empate. Em caso de vitória do Vila Nova diante do Ituano na última rodada, o Tricolor estaria eliminado mesmo vencendo o Brusque.

Caso o Ituano vença o Brusque nesta rodada, aí o Tricolor precisaria triunfar diante do Brusque e, além disso, torcer para que a equipe paulista vença o Vila Nova. Se houver empate neste duelo, aí a Cobra Coral iria decidir decidir nos critérios de desempate com o Vila Nova. Em caso de vitória do time goiano, aí o Santa iria disputar nos mesmos critérios com o Ituano, que também ficaria com oito pontos.

SE EMPATAR AS DUAS?

Se o Santa Cruz empatar as duas, mesmo assim ainda tem chances de classificação, uma vez que o grupo está bastante equilibrado. No melhor dos mundos para o Tricolor conquistar o acesso à Série B mesmo empatando as duas próximas partidas, seria que o Brusque vencesse o Ituano na próxima rodada, e a equipe paulista ficasse no empate diante do Vila Nova na rodada decisiva. Neste cenário, o Brusque ficaria com dez, o Santa Cruz com sete, e Ituano e Vila Nova com seis pontos ganhos.

E se Brusque x Ituano for empate? Aí a conta para o Santa Cruz fica a mesma: precisa torcer por um empate entre Ituano x Vila Nova na última rodada, mas neste cenário tendo que decidir nos critérios de desempates com a equipe paulista. Em caso de vitória do Ituano diante do Brusque, aí o Tricolor precisa que o time paulista vença ou empate com o Vila Nova, tendo que decidir a sua classificação nos critérios de desempate diante do Brusque.

MANDO DE CAMPO VEM SENDO DECISIVO PARA O EQUILÍBRIO

Uma coisa que vem chamando atenção no grupo do Santa Cruz é que nenhum mandante venceu até o momento. Ou seja, quem joga em casa até aqui está empatando ou perdendo, o que vem sendo decisivo para o equilíbrio do grupo. O Tricolor, aliás, está há quatro jogos sem vencer no Arruda, somando os dois desta fase com outros dois da fase de grupos. No entanto, esse retrospecto não vai atrapalhar o time, de acordo com o técnico Marcelo Martelotte, que acredita que o fato de não ter torcida está causando esse jejum de vitórias no grupo do Tricolor no quadrangular da Série C.

"A única explicação que a gente teria para comentar sobre essa dificuldade dos mandantes é não ter torcida. Acho que isso iguala o jogo, tira uma vantagem do mandante. A gente sabe o quanto isso causa uma dificuldade para o Santa Cruz, o quanto seria importante a gente ter o estádio cheio e a torcida empurrando. Mas a gente passou a competição inteira sabendo da dificuldade e a gente tem que tirar isso. Tenho certeza que trazendo a decisão classificação para o último jogo a gente vai ter condições de subir", afirmou.

Para o comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, além do fator da falta de torcida existe outra coisa que vem causando esse equilíbrio no grupo do Santa Cruz: o nível técnico dos times, que entraram num estágio de nivelamento no quadrangular, embora tenham feito campanhas distintas na primeira fase da Série C. O Santa Cruz, por exemplo, foi líder do grupo A com 37 pontos, tendo conseguido a classificação e a liderança de forma antecipada. No entanto, após justamente conseguir a vaga com rodadas de antecedência, o Tricolor caiu de rendimento e, até o momento, não voltou aos melhores dias - em resultados e desempenho.

"Na primeira fase, o Santa Cruz esteve acima dos demais, onde ele terminou com 37 pontos, 11 vitórias e ninguém chegou perto. Mas houve uma queda nítida do Santa Cruz na reta final da primeira fase. E quando o Santa Cruz passou para esta fase, o Santa Cruz teve que voltar a crescer e se superar. Então hoje a gente tem um nivelamento. O fato de jogar fora de casa já não assusta, por não ter torcida. O time da casa que sente a falta, como disse Marcelo Martelotte. Então a gente alia essas duas coisas. A falta da torcida em campo está tornando esses campos neutros. Segundo: o nível técnico. As equipes estão jogando um futebol equilibrado, tanto é que o grupo do Santa Cruz tem um com seis, dois com cinco e um com quatro. Isso mostra como esse grupo está equilibrado", afirmou Ralph.

JOGOS DOS MANDANTES

Brusque 0 x 0 Santa Cruz

Vila Nova 1 x 2 Ituano

Santa Cruz 1 x 2 Vila Nova

Ituano 1 x 1 Brusque

Ituano 1 x 2 Santa Cruz

Brusque 0 x 0 Vila Nova

Vila Nova 0 x 3 Brusque

Santa Cruz 1 x 1 Ituano

CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO

Brusque - 6 pontos

Ituano - 5 pontos

Santa Cruz - 5 pontos

Vila Nova - 4 pontos

PRÓXIMOS JOGOS

Vila Nova x Santa Cruz

Brusque x Ituano

Santa Cruz x Brusque

Ituano x Vila Nova

Comentários

Últimas notícias