VITÓRIA CORAL

Com show de Chiquinho, Santa Cruz goleia o Vera Cruz e segue invicto no Campeonato Pernambucano

Chiquinho deu três assistências e marcou um gol na goleada do Santa Cruz em cima do Vera Cruz

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 07/04/2021 às 20:07
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Chiquinho foi o nome do jogo. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O Santa Cruz voltou a vencer, apesar de ter passado sufoco em momentos do confronto. Com grande atuação de Chiquinho, autor de um gol e três assistências, o Tricolor goleou o Vera Cruz por 4x1 e segue invicto no Campeonato Pernambucano. Os gols da partida foram marcados pelo zagueiro William Alves (2x), o lateral-esquerdo Eduardo e o próprio Chiquinho, além do lateral-esquerdo Vitor Leão, que descontou para o Vera Cruz. Com o resultado, a Cobra Coral chegou aos oito pontos em quatro jogos conquistados e assume a vice-liderança momentânea do Estadual, enquanto o Vera Cruz segue na lanterna: um ponto conquistado.

O próximo compromisso do Santa Cruz é no sábado (10), diante do Botafogo-PB, no jogo que marca a despedida do zagueiro e capitão Danny Morais. O confronto é válido pela Copa do Nordeste, competição em que o Tricolor já está eliminado. Já o Vera Cruz só volta a campo no dia 14 de abril, quando recebe o Salgueiro, novamente pelo Campeonato Pernambucano.

O JOGO

O confronto começou com o Santa Cruz tendo mais a bola, mas sem tanta criatividade. No entanto, aos 13 minutos, o Tricolor aproveitou a bola parada para abrir o placar. O meia Chiquinho cobrou o escanteio e o zagueiro William Alves marcou o gol. Porém, depois daí, veio uma pressão enorme do Vera Cruz. Aos 15, o meia Vitinho soltou uma bomba de fora da área, a bola explodiu no travessão e quicou dentro do gol, ultrapassando a linha completamente. No entanto, a arbitragem não validou o gol legal da equipe do Vera Cruz.

E a pressão não parou por aí. Mesmo jogando no Arruda, o Vera Cruz não se intimidou e seguiu atacante o Santa Cruz. E a equipe teve boas chances para empatar o jogo na etapa inicial. O meia Vitinho mandou outra bola na trave após completar o cruzamento no escanteio. Pouco depois foi a vez do goleiro Jordan, principal nome do Santa Cruz na temporada, operar dois milagres e evitar o empate do adversário. E o trabalho do arqueiro coral não parou por aí, uma vez que ele fez pelo menos mais duas boas defesas e salvou o Santa Cruz. O Vera Cruz ainda insistiu com chutes de fora da área que levaram perigo a meta coral.

A Cobra Coral, por sua vez, só veio responder na reta final do primeiro tempo. O volante Karl fez um ótimo lançamento para Chiquinho, que dominou e entrou na área, mas demorou a chutar e foi travado pelo defensor do Vera Cruz. No escanteio, Chiquinho cruzou, aconteceu um desvio e a bola sobrou para Karl, que cabeceou para fora e não ampliou o marcador.

SEGUNDO TEMPO

Já a etapa final começou mais equilibrada. O Santa Cruz teve duas boas chances logo no início do segundo tempo. As oportunidades caíram nos pés de Chiquinho e Madson, que não aproveitaram. Já o Vera Cruz respondeu com finalizações de fora da área, onde o goleiro Jordan precisou fazer uma boa defesa. Após isso, a Cobra Coral teve mais duas chances para ampliar o marcador. A primeira foi com Madson, que ficou cara a cara com o goleiro mas finalizou em cima de Igor. A outra foi com Chiquinho, que chutou de fora da área e o arqueiro defendeu.

Sem aproveitar as chances e jogando mal, o Santa Cruz foi punido. Após escanteio cobrado, o lateral-esquerdo Vitor Leão cabeceou e empatou o jogo aos 27 minutos do segundo tempo. Depois do jogo ficar empatado, o Tricolor ficou melhor na partida. E conseguiu encontrar o caminho da vitória. Aos 38, Chiquinho cobrou falta com perfeição e William Alves cabeceou para o fundo do gol, num lance semelhante ao do primeiro gol: 2x1 Santa Cruz.

E o placar não parou por aí. Aos 42, Chiquinho fez jogada individual e cruzou rasteiro na área. A bola passou por todo mundo e o lateral-esquerdo Eduardo, que entrou na etapa final, completou para o fundo do gol. Mas faltava o dele, o cara que mudou a partida. E Chiquinho marcou no último lance do jogo, dando números finais ao placar: 4x1 para o Santa Cruz, que volta a vencer após duas derrotas consecutivas.

FICHA DO JOGO:

Santa Cruz – Jordan; Augusto Potiguar, Célio Santos, William Alves e Alan Cardoso; Karl (Marcel, que depois foi substituído por Eduardo), Caetano e Derley (Péricles); Chiquinho, Madson e Pipico (Marcos Vinícius). Técnico: João Brigatti.

Vera Cruz – Igor; Leo Cotia, Ruan, Matheus Serra e Vitor Leão (Manteiga); Ramires, Vitinho e Danielzinho; Everton Bala, Pedro Maycon (Brendo) e Romarinho. Técnico: Edson Silva.

Cartões amarelos: Vitinho (Vera Cruz), Manteiga (Vera Cruz) e Vitor Leão (Vera Cruz); Caetano (Santa Cruz), Marcel (Santa Cruz), Eduardo (Santa Cruz), João Brigatti (técnico do Santa Cruz)

Gols: William Alves (Santa Cruz) 2x, aos 13 do 1ºT e aos 38 do 2ºT, Eduardo (Santa Cruz) aos 42 do 2ºT e Chiquinho (Santa Cruz) aos 49 do 2ºT; Vitor Leão (Vera Cruz) marcou aos 26 do 2ºT.

Local: Estádio do Arruda

Árbitro: Cesar Pereira Leite

Assistentes: John Andson Alves Ribeiro eMarcos Felipe Angelo da Silva

Comentários

Últimas notícias