DESTAQUE

Para Chiquinho, Santa Cruz cresceu na hora mais importante do Pernambucano

Tricolor do Arruda vive sequência de três jogos sem perder

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 08/05/2021 às 9:08
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Mesmo encontrando um adversário em situação mais confortável na temporada, Chiquinho defende que clássico não tem favorito. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O meia Chiquinho foi destaque do Santa Cruz na Série C do ano passado e em 2021 segue sendo indispensável para o time. É, inegavelmente, uma das peças fundamentais do elenco tricolor. Mesmo em alta individualmente, o jogador enfrentou com a Cobra Coral momentos delicados e agora puxa o grupo em uma retomada que passará por uma prova de fogo neste domingo (9). Para Chiquinho, o Santa Cruz cresceu na hora certa na competição: a reta final. 

A reação coral tem como marco a vitória sobre o Retrô, pelo Campeonato Pernambucano, no dia 28 de abril. Desde então, são três jogos sem perder, uma classificação para as quartas de final do certamente e agora para as semifinais, que acontecem neste domingo, na Arena de Pernambuco, às 16h, contra o Náutico. 

Mesmo encontrando um adversário em situação mais confortável na temporada, Chiquinho defende que clássico não tem favorito e bota fé no bom momento do Santa Cruz. "Acho que quem tem mais determinação, garra, vai vencer o jogo. Nós temos buscado esse crescimento dentro do campeonato e graças a Deus a gente cresceu na hora mais importante que é a reta final. Agora é ter tranquilidade", disse. 

Caso saia vencedor deste Clássico das Emoções, o Santa Cruz enfrentará na final o vencedor de Sport x Salgueiro, que acontece na segunda-feira (10), na Ilha do Retiro. Mais do que poder brigar pelo título, os tricolores também vão garantir a classificação para a Copa do Brasil de 2022, feito importante para o calendário e os cofres do ano que vem. 

Comentários

Últimas notícias